segunda-feira, 5 de setembro de 2016

Remo tropeça em casa diante do Salgueiro mas segue no G4

O Remo saiu de campo na noite de ontem domingo (4), no Mangueirão, com um gosto de derrota. O Leão não jogou bem e acabou tropeçando dentro de casa em um momento delicado da Série C do Campeonato Brasileiro. A equipe remista não conseguiu furar o sistema defensivo do Salgueiro (PE) e saiu de campo com um empate em 1 a 1, frente aos pernambucanos.  Com o ponto somado na partida, o Remo retornou ao G-4 do grupo A da Série C com 24 pontos e precisa pontuar diante do líder Fortaleza (CE)  (até o momento), fora de casa no próximo sábado (9), para manter viva as chances de classificação à próxima fase.

Primeiro tempo com muitos erros de passes e gols – O Remo entrou em campo para enfrentar o Salgueiro (PE) com a obrigação de vencer para mais uma vez brigar pela ponta da tabela do grupo A da Série C. Enfrentando um time que briga para não cair, o Leão partiu para o ataque já no começo da partida, mas não contava com o contra-ataque mortal do Salgueiro. O time pernambucano não tomou conhecimento do Remo e de sua torcida e abriu o placar logo aos oito minutos. Em uma saída de bola errada de Michel Schmoller, a bola foi lançada para Álvaro, que ganhou de Ítalo na velocidade e tocou na saída do goleiro Fernando Henrique, calando o torcedor remista no Mangueirão. Salgueiro 1 a 0.

O gol abalou o time remista em campo, que não coseguia armar as jogadas e dava espaço para o Salgueiro nos contra-ataques. Em mais uma estocada do Carcará, Piauí quase marcou de cabeça, mas a bola se perdeu pela linha de fundo. Pelo lado remista, pouca produtividade, já que o Salgueiro soube se fechar e ficava difícil do ataque remista penetrar na defensiva do Carcará. As bolas perigosas do Remo eram em levantamentos feitos pelo lado direito com Levy, mas a bola insistia em passar na área sem ninguém tocá-la.

A torcida do Remo impaciente com o time em campogritou, ainda no primeiro tempo, pedindo a entrada do meia Flamel, recém contratado do Águia de Marabá. Mas o Leão chegou ao gol de empate, já no final do primeiro tempo. Em uma boa triangulação entre o meia Marcinho e o atacante Edno, a bola sobrou para Marcinho que foi derrubado dentro da área. Pênalti marcado pelo árbitro Paulo Vollkpf. O atacante Edno cobrou rasteiro, no canto direito, o goleiro Luciano ainda tocou na bola, mas ela morreu no fundo do gol, explodindo o Fenômeno Azul de alegria, Remo 1 a 1 Salgueiro, aos 42 minutos da primeira etapa.

O gol inflamou a torcida e os jogadores em campo. O Remo se lançou ao ataque e quase marca novamente com Edno, em cruzamento na área, mas a bola se perdeu pela linha de fundo. Mas o primeiro tempo terminou empatado mesmo em 1 a 1.
Segundo tempo de pressão remista e frustração na arquibancada – Na volta para segunda etapa o Remo voltou com mudanças. O técnico Waldemar Lemos mexeu no time e colocou o atacante João Victor, que voltava de uma cirurgia no punho, no posto de Michel Schmoller. Assim, Allan Dias, que fazia o homem de frente com Edno, voltou a jogar como volante e João Victor a atuar na frente aberto pelas pontas.

O Remo voltou mais ligado e teve boas chances para virar a partida com Levy em dois chutes cruzados. Nas duas oportunidades o goleiro Luciano fez belas defesas salvando o time pernambucano de levar a virada no placar. Já o Salgueiro pouco criava, mas quando criou assustou o torcedor remista que compareceu em bom número no Estádio Mangueirão. Primeiro com Álvaro em um chute de fora da área que o goleiro Fernando Henrique fez boa defesa, posteriormente com Piauí, que escorou cruzamento na área e quase marca.

Foi então que o técnico Waldemar Lemos promoveu a entrada do meia Flamel, tanto pedido pela torcida remista. O meia entrou na partida no posto de Allan Dias, mas pouco acrescentou ao time azulino, na sua única chance, em uma bola escorada por Edno, o meia arriscou da entrada da área e mandou longe da meta do time pernambucano. O Remo insistia no famoso “chuveirinho” na área do time pernambucano, mas não conseguiu o gol da virada. Final de partida no Mangueirão, Remo 1 x 1 Salgueiro.

Com o empate o Remo voltou ao G-4 com 24 pontos, mesmo número de pontos do ASA-AL, mas o Leão está na frente, já que possui melhor saldo de gols. O próximo compromisso do Remo na Série C do Brasileirão é no próximo sábado (9), fora de casa, diante do Fortaleza (CE), no Castelão. Time paraense precisa pontuar para se manter vivo pela vaga na próxima fase da competição.  A partida entre Fortaleza e Remo será transmitida lance a lance pelo ORM News

Ficha técnica de Remo 1 x 1 Salgueiro - Série C 2016

Local: Mangueirão – Belém/PA
Hora: 18h30
Data: 4/09/2016
Árbitro: Paulo Schleich (MS)
Auxiliares: Cícero Alessandro de Souza (MS) e Marcos dos Santos Brito (MS).
Gols-
Remo: Edno (42’/1T) – pênalti
Salgueiro: Álvaro (8’/1T)
Cartões amarelos:
Remo: Max, Marcinho e Allan Dias
Salgueiro: Luciano e Daniel
Renda: R$ 327.650,00 - Pagantes:13.884 (Sócio Nacão Azul: 5.440) - Cred.: 1.540 - Total: 15.424
(ORM News)

Nenhum comentário:

Postar um comentário