sexta-feira, 14 de outubro de 2016

Hospital Regional de Santarém lança campanha de conscientização contra os cânceres de mama e próstata

O Hospital Regional do Baixo Amazonas (HRBA) realizou a abertura oficial da campanha “Outubro Rosa e Novembro Azul: homens e mulheres, juntos, no combate ao câncer”, ontem quinta-feira, 13/10. Este ano, a unidade vai trabalhar as duas campanhas juntas, com objetivo de conscientizar a população sobre a importância da prevenção e diagnóstico precoce dos cânceres de mama e próstata. Atualmente, o HRBA possui 1.340 pacientes em tratamento de câncer. São 185 mulheres e um homem lutando contra o câncer de mama. Há também 176 homens enfrentando o câncer de próstata.

O câncer de mama é uma multiplicação anormal de células mamárias que promove a formação de nódulos, podendo formar um tumor maligno. Em mulheres em tratamento no HRBA, este é segundo tipo de câncer com maior incidência. Entre os principais fatores de risco da doença, estão: a ingestão de alimentos ricos em gorduras, obesidade e sedentarismo, primeira menstruação antes dos 11 anos de idade, hereditariedade e consumo regular de álcool.

A paciente Maria Fernanda Pereira está na fase final do tratamento contra o câncer de mama. Ela passou por todas as fases e, agora, espera os resultados dos últimos exames. “Depois de tudo o que eu passei, hoje estou aqui para testemunhar como eu descobri, lutei e vivi. Posso dizer que eu sou uma vencedora, pois tive muita sorte. Eu tive uma equipe médica capacitada, tenho um tratamento neste hospital com os métodos certos, que surtiram os resultados esperados, e os anjos da quimioterapia são maravilhosos. Ainda não posso comemorar a cura definitiva, pois faltam exames, mas, se depender de Deus, eu já estou curada”, relata Maria.

O coordenador do serviço de Oncologia do HRBA, cirurgião oncológico Marcos Fortes, diz que há dois tipos de prevenção. “O primário é a tentativa de que o indivíduo não venha a ter câncer, e que passa pela prática regular de exercício físico e uma dieta equilibrada, por exemplo. A prevenção secundária se faz, principalmente, pela atenção em realizar exames, normalmente, acima dos 45 anos de idade. Devemos estimular a realização de mamografia”.

A próstata é um órgão interno que só o homem possui, tem a forma de uma maçã muito pequena e fica logo abaixo da bexiga. O câncer de próstata é o tipo mais frequente nos homens em tratamento no HRBA. Alguns dos fatores de risco são: idade, histórico familiar, dieta pobre em vegetais e fruta, obesidade, sedentarismo, fumo e consumo de álcool. “Para o câncer de próstata, o exame de toque é a forma em que nós podemos realmente dar o diagnóstico precoce e, consequentemente, conseguir chegar a um percentual maior de cura dos nossos pacientes”, explica Fortes.

Para o diretor Geral da unidade, Hebert Moreschi, conscientizar a população sobre como prevenir e diagnosticar precocemente essas doenças é o objetivo da campanha, que vai até novembro. “Nós temos um serviço de alta complexidade que atende os nossos pacientes oncológicos, mas sempre a prevenção e a informação são os melhores caminhos, então, nós trabalhamos fortemente o trabalho educativo. 

E, além disso, estaremos ofertando nestes dois meses várias ações voltadas à população, principalmente as mais distantes, para prevenção e diagnóstico precoce do câncer de mama e de próstata também”.

Programação
A programação do HRBA segue até novembro. No dia 1/10, a iluminação da fachada da unidade foi alterada para a cor rosa. A equipe de Enfermagem da Oncologia realizará palestras educativas nas recepções dos setores. No dia 27/10, haverá uma blitz na Avenida Sérgio Henn, em frente ao hospital. E, dia 11/11, haverá uma grande ação social na comunidade Cipoal, na BR 163, com consultas e exames médicos, atendimento nutricional, terapia ocupacional e ações de beleza.

Hospital
O HRBA é uma unidade de saúde pública e gratuita pertencente ao Governo do Pará e gerenciado pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, sob contrato de gestão com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa). 

O hospital atende casos de média e alta complexidades e presta serviço 100% pelo Sistema Único de Saúde (SUS), sendo referência no Norte do Brasil quando o assunto é tratamento de câncer. A unidade atende a uma população estimada em mais de 1,1 milhão de pessoas residentes em 20 municípios do oeste do Pará. (Joab Ferreira - Pró-Saúde)

Nenhum comentário:

Postar um comentário