quarta-feira, 23 de novembro de 2016

HRBA chama a atenção da sociedade para acidentes de trânsito

O projeto “Direção Viva: você consciente, trânsito mais seguro”, busca chamar a atenção para a gravidade dos acidentes de trânsito, assim como suas consequências para a sociedade. A ação é promovida pelos hospitais públicos do Pará, administrados pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar sob contrato de gestão com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa). A programação conta com palestras, rodas de conversa, blitz educativa e memoriais para lembrar as vítimas de trânsito. A ação começou, no Estado, no dia 18 de novembro e vai até o final do mês. No dia 20, foi lembrado o Dia Mundial em Memória das Vítimas de Trânsito.
 Em Santarém, o Hospital Regional do Baixo Amazonas (HRBA) vai realizar o projeto “Direção Viva” na próxima quinta-feira, 24/11. A ação vai contar com blitz educativa em frente à unidade. Ao final da ação, balões brancos biodegradáveis serão soltos como forma de simbolizar a paz no trânsito.

Atendimentos
Nos últimos três anos, mais de 35 mil vítimas foram atendidas em quatro hospitais públicos do Pará. No Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência, que atende média e alta complexidades em traumas, são 4.940 atendimentos a vítimas de acidente de trânsito, sendo 2.413 a motociclistas, no período de janeiro a outubro de 2016. 

Em Marabá, o Hospital Regional do Sudeste do Pará (HRSP) já realizou 1.742 internações até outubro deste ano, número já superior ao ano de 2014 (1.620) e inferior ao ano de 2015 (1.955). Em Altamira, o Hospital Regional Público da Transamazônica (HRPT) realizou 663 internações de pacientes vítimas de acidentes de trânsito até outubro deste ano. Se comparado a 2014 (603 internações) e 2015 (637 internações), as estatísticas apontam para um número crescente.

Santarém
Segundo a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), foram atendidas 1.630 vítimas de acidentes de trânsito no primeiro semestre de 2016. Em 2015, o número foi de 5.598, com 96 óbitos. A cada dez acidentados, seis sofrem acidentes em motocicletas.

Custos
Em média, um paciente vítima de acidente de moto gera custo de internação na ordem de R$ 7,2 mil no Hospital Metropolitano. Considerando os últimos três anos, a unidade de saúde estima que o impacto foi de cerca de R$ 80 milhões aos cofres públicos específicos ao tratamento destinado a vítima de acidentes de moto. Recursos públicos que poderiam ser investidos em patologias naturais, como acidente vascular cerebral, clinica médica e saúde do idoso.

Informações
Tema: projeto 'Direção Viva'
Data: quinta-feira, 24/11, a partir das 17h
Local: Avenida Sérgio Henn, em frente ao HRBA

Sugestão de entrevistados:
- Presidente da Cipa do HRBA, Claudiléia Pereira.
Contatos: Assessor de Comunicação do HRBA, Joab Ferreira – (93) 98122-6465 / Coordenadora de Comunicação, Ana Maria Negreiros – (91) 98886-0079.
(Joab Ferreira - Pró-Saúde)

Nenhum comentário:

Postar um comentário