segunda-feira, 28 de novembro de 2016

Indústria de transformação continua perdendo empregos

O setor da indústria de transformação no Pará já perdeu 2.475 postos de trabalhos em 10 meses, o que representa uma queda de 2,78% no setor. Nos últimos 12 meses, a indústria já acumula um saldo negativo de 4.680 postos de trabalhos. Os dados são de uma pesquisa do Dieese-PA (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos) divulgada na manhã desta segunda-feira (28).Segundo os números do Dieese, de janeiro a outubro deste ano, o setor realizou 27.129 admissões, contra 29.604 desligamentos, gerando um saldo negativo de 2.475 postos de trabalhos e queda de 2,78%. No mesmo período do ano passado, o setor fechou com saldo negativo de 770 postos de trabalhos. 

Entre os Estados do Norte, o Pará ficou atrás somente do Amazonas, com a perda de 3.862 postos, seguido de Rondônia, com menos 808 vagas. Roraima foi o único Estado que teve saldo positivo de 36 postos de trabalhos.

Nos últimos 12 meses, a indústria de transformação também amargou perdas. Foram feitas no Pará, 31.876 admissões, contra 36.556 desligamentos, o que gerou um saldo negativo de 4.680 posto, e decréscimo de 5,13%. Neste período, a maioria dos Estados fechou com baixa de empregados no setor, com exceção novamente de Roraima , que teve saldo positivo de 16 postos. Os destaques negativos foram para o Amazonas com a perda de 12.973 postos de trabalhos, seguido do Estado do Pará, e de Rondônia com a perda de 1.430 postos.(ORM News)

Nenhum comentário:

Postar um comentário