sexta-feira, 18 de novembro de 2016

Servidor público é preso acusado de sonegação fiscal no Pará

O servidor público Raimundo Afonso Moura Lima foi preso na manhã desta sexta-feira (18), em Belém, em cumprimento a um mandado de prisão preventiva expedido pela Justiça dentro da Operação Quinta Parte, da Polícia Civil. Ele foi preso em casa, acusado de estar envolvido em um esquema de sonegação fiscal. A primeira fase da operação foi realizada no último dia 8, para desarticular o esquema criminoso que envolvia servidores públicos da Sefa (Secretaria de Estado de Fazenda), contadores e empresários, para sonegação de impostos referentes à tributação de mercadorias que entram no Pará pelo sul e sudeste do Estado.

Segundo informações da Polícia Civil, o acusado atualmente estava no cargo de coordenador executivo de Controle de Mercadorias em Trânsito, do distrito de Serra do Cachimbo, em Novo Progresso, no sul do Estado. Raimundo era nome presente nas investigações, há cerca de um ano, como suspeito de receber propina no posto fiscal de Conceição do Araguaia, para liberar cargas de caminhões que passavam pelo local sem pagamento obrigatório de tributos.

Ele também é acusado de facilitar as ações criminosas dos demais acusados. O delegado Antonio Miranda, titular da Superintendência do Araguaia Paraense, explica que a prisão preventiva de Raimundo Lima foi solicitada pela Polícia Civil à Justiça, na semana passada, após os depoimentos prestados pelos presos na primeira fase da operação, os quais confirmaram participação dele no esquema.

Até agora, pelo menos 48 pessoas já foram presas na operação, sendo que 42 foram presas no sul do Pará, a maioria servidor da Sefa. Todos foram transferidos de Redenção para o presídio do Centro de Recuperação Penitenciário do Pará (CRPP), em Santa Izabel do Pará, por ordem da Justiça. (ORM News)

Nenhum comentário:

Postar um comentário