sábado, 17 de dezembro de 2016

SANTARÉM É RECONHECIDO NACIONALMENTE POR BOAS PRÁTICAS NA GESTÃO DO CADASTRO ÚNICO

O município de Santarém recebeu na última quinta feira (15/12), em Brasília, a maior concessão pública nacional na área social: o Prêmio Rosani Cunha de Desenvolvimento Social, na categoria Estratégias de Qualificação e Fortalecimento do Cadastro Único. O prêmio é outorgado pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário.
Esta premiação é um reconhecimento de práticas bem-sucedidas e inovadoras na gestão do Cadastro Único dos estados e municípios. Na atual edição, foram inscritas 150 práticas, sendo 9 estaduais e 141 municipais. Dessas, 12 práticas foram finalistas. Foram vencedores um estado e três Municípios, entre os quais o Município de Santarém.
Santarém concorreu com o projeto dos Centros de Atendimento Social I e II, localizados na Avenida Sérgio Henn e nos altos do Mercadão 2000, respectivamente. Nesses locais são desenvolvidas políticas públicas com atendimento às pessoas com maior vulnerabilidade social.

Criados em 2014 pela atual gestão, os Centros de Atendimento Social I e II funcionam como unidades de atendimento do Cadastro Único e de encaminhamento para uma série de outros serviços, como atendimento com assistente social, emissão de carteira do idoso, emissão de documentação civil, inserção no Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), Projovem, sala do microempreendedor, tarifa social de energia, entre outros.

No CAS I, há uma agência da Caixa Econômica Federal, que possibilita atendimento prioritário aos beneficiários do Programa Bolsa Família. No CAS II, além de outros equipamentos, está instalado o Restaurante Popular e o CRAS Ribeirinho.

Para o prefeito Alexandre Von este foi um reconhecimento pela atuação do município na prática de politicas públicas na área social.

"Eu fico particularmente feliz, porque o público alvo que é atendido nessas unidades é o público que mais precisa da atenção da administração, por estar incluído no grupo de vulnerabilidade social”, disse.

A criação dos CAS possibilitou a concentração da rede de serviços em um mesmo espaço, aperfeiçoou os processos de trabalho, aprimorou a oferta dos serviços e ampliou seus atendimentos para aproximadamente 400 pessoas por dia. Desde junho de 2014, mais de 88 mil pessoas já foram atendidas por algum serviço ofertado nas instalações dos CAS.

Em 2014, o Município de Santarém já havia sido finalista desta mesma premiação com a estratégia de Busca Ativa em comunidades ribeirinhas, inserindo milhares de famílias em programas federais na área social.

A secretária de Trabalho e Assistência Social, Zuíla Wanghon, recebeu a premiação das mãos do ministro de Estado de Desenvolvimento Social e Agrário, Osmar Terra.
CCOM/PMS
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário