terça-feira, 17 de janeiro de 2017

Nelio Aguiar participa da posse do Presiodente do TCM-PA//Semma Constata Desmatamento no Igarapé do Jatuarana

O prefeito de Santarém, Nélio Aguiar, participou nesta terça-feira (17), em Belém, da posse do novo presidente do Tribunal de Contas dos Municípios no Pará (TCM-PA), o conselheiro Daniel Lavareda; e da vice-presidente, conselheira Mara Lúcia Barbalho. Nélio esteve acompanhado do vereador Junior Tapajós. Daniel e Mara Lúcia assumem o TCM para o biênio 2017/2018. O prefeito de Santarém destacou a importância da nova presidência do órgão para o município. “Temos interesse da ida do Tribunal de Contas até Santarém para que possam realizar eventos, treinamentos e orientação. 
Até porque o TCM tem se posicionado, não somente no seu papel de punir, mas principalmente nas ações preventivas de evitar erros nas prestações de contas, desvios de condutas e orientar a equipe técnica da administração pública para que tudo seja feito dentro da legislação vigente”, destacou Nélio.

O TCM-PA tem projetos de ações no interior do Estado com intuito de focar na qualificação técnica de servidores.

  Mais informações:
João Machado – assessor de comunicação da Prefeitura de Santarém 
Colaboração: Carlos Picanço
 
SEMMA CONSTATA DESMATAMENTO NAS PROXIMIDADES DA ESCOLA DA FLORESTA E IGARAPÉ DO JATUARANA
 
Após denúncias de moradores da comunidade Caranazal, Km 26 da PA – 457, fiscais da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma), da Prefeitura de Santarém, constataram, na manhã desta terça-feira (17), o desmatamento em áreas situadas nas proximidades da Escola da Floresta: Irmã Dorothy Stang e Igarapé do Jatuarana, terras que fazem parte da Área de Proteção Ambiental Alter do Chão (APA Alter do Chão).

Segundo o chefe de fiscalizações da Semma, Arlem Lemos, nas imediações do Igarapé do Jatuarana que corta a PA-457 foram encontradas a supressão e queima da vegetação, além de uma ponte de madeira com o represamento do curso d’agua. Os fiscais ainda constataram, cerca de 1 hectare de floresta desmatada por máquina pesada, “Durante a vistoria, nossa equipe não encontrou pessoas nos locais, mas assim que forem identificados os autores dos crimes ambientais, eles serão notificados”, informou Arlem Lemos.

A partir de agora, a Semma procederá com embargamento das áreas fundamentadas no Artigo 48 da Lei 9.605/98, que dispõe sobre as punições e providências para crimes ambientais.
 
Mais informações:
Júlio César Guimarães – assessor de imprensa -Semma
Contato: (991317763) email: julio.stmpa@gmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário