sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

Cruzeiros reforçam crescimento do turismo internacional no Pará

Novecentos e cinquenta turistas dos Estados Unidos, Canadá e Inglaterra desembarcaram em Belém esta semana. Eles são passageiros do navio transatlântico Veendam e cumprem uma rota que começou na Guiana Francesa, chegou ao Brasil através de Belém e daqui, segue para Santarém e Manaus. Vocalista de uma banda na cidade de San Diego, Califórnia, o americano Scott Woker se empolgou com o que viu, desde a janela do ônibus que levou os turistas do distrito de Icoaraci, onde o navio desembarcou, até o Ver-o-Peso, ponto de partida da excursão pela capital paraense. “Sempre tive curiosidade de conhecer a Amazônia e estou achando tudo muito exótico e bonito, mais do que imaginava”, disse o americano que estava acompanhado de um dos grupos da excursão.

 Na presença de um guia turístico, os gringos conheceram a rica diversidade de frutas e ervas curandeiras da Amazônia, além de serem apresentados às camisas de Remo e Paysandu. A canadense Gladys Vivian, 71 anos, ficou impressionada com o sabor genuíno da castanha do Pará. “Ela é muito crocante e saborosa. Bem diferente da que a gente come no Canadá, que é desidratada”, ressaltou a turista.

Os cruzeiros marítimos reforçam os números positivos do turismo paraense. Em 2016, mais de um milhão de turistas e R$ 700 milhões foram gerados com a atividade no Pará.
Pelo terceiro ano consecutivo, o Estado desafiou a crise e repetiu a marca superior a um milhão de visitantes. Foram 916.267 turistas nacionais e 114.092 internacionais. Houve queda de 8% no fluxo de turistas nacionais, mas aumentou em 6% o de turistas internacionais. 

O fator decisivo para esse crescimento foi a temporada maciça de cruzeiros marítimos, que vai de outubro a maio. Só no ano passado, o Pará recebeu 24.736 visitantes internacionais, em quase 20 cruzeiros.

“O incremento dos cruzeiros é proporcionado por uma integração entre setores. A Setur traz uma comissão, que se reúne anualmente para poder incrementar esse processo e também servir como apoiadora e facilitadora desses cruzeiros quando chegam às cidades. Particularmente em Belém, Santarém e Soure”, informa o secretário de Turismo, Adenauer Góes.

“O Governo do Estado vem tendo um papel fundamental nesse crescimento, porque através da Secretaria de Turismo (Setur), está sempre presente em feiras internacionais, que é primordial para fazer a captação de mais clientes”, disse João Ribeiro, diretor de uma empresa de turismo local.

O crescimento de turistas estrangeiros no Pará também é resultado da estratégia do Governo do Estado de atrair e consolidar vôos internacionais, criados em 2014 e 2015, em rotas para Lisboa, Miami, Caiena e Paramaribo.

Policiamento turístico - Como parte dessa integração para desenvolver o turismo no Estado, a Polícia Militar do Pará também se faz presente através da Companhia de Policiamento Turístico. Durante este mês, acontece um curso de especialização nessa área para 36 policiais, que estavam em estágio supervisionado justamente no dia em que o cruzeiro marítimo desembarcou em Belém.

A demanda desse curso, que acontece pelo segundo ano seguido, foi motivada pelo aumento do turismo internacional. Atualmente, 80 homens fazem parte da companhia, que coloca diariamente de 15 a 18 policiais em ronda pelos principais pontos turísticos de Belém. “A nossa finalidade, além da segurança, é a orientação em relação aos pontos turísticos. Temos sempre um policial que fala inglês em cada grupo”, garantiu o major Henrique Brito, coordenador do estágio da Companhia de Policiamento Turístico no Ver-o-Peso.

Em 2017, o desafio da Setur é frear a queda no índice de turistas nacionais proporcionado pela crise, através do reforço da divulgação dos pontos turísticos. “Estamos focando, junto com a classe empresarial, em estratégias que possam dar maior visibilidade ao produto turístico paraense, principalmente na mídia online, para diminuir o déficit da aviação nacional”, destacou Adenauer Góes.
Por Syanne Neno - Agência Pará

Nenhum comentário:

Postar um comentário