sábado, 25 de fevereiro de 2017

Nano desencanta, Remo vence o Cametá e volta a ser líder

Depois de esbarrar no quase, o atacante Nano Krieger conseguiu, enfim, marcar seu primeiro 'golo' pelo Remo. O camisa 9 argentino sacramentou a vitória remista por 1 a 0 sobre o Cametá, no Parque do Bacurau, em Cametá, e levou o time de volta à liderança do grupo A2 do campeonato paraense. O gol único do jogo foi marcado aos cinco minutos do segundo tempo, quando Nano foi para a área para completar o cruzamento de Léo Rosa, vencer o goleiro Evandro e sair para festejar. O tento deixou o Leão na liderança do grupo A2, empatado em pontos com o Independente, mas superior nos critérios de desempate. Já o Cametá segue na lanterna do grupo A1, sob alto risco de rebaixamento.
Os remistas voltarão a jogar no outro domingo (5), contra o Atlético Acreano, na Arena da Floresta, às 18h (horário de Brasília), em Rio Branco (AC), pela Copa Verde. No campeonato paraense, o Leão só volta a atuar no dia 11 de março, em um sábado, contra o Pinheirense, às 16h, no Mangueirão, em Belém.

Saiba como foi a partida lance a lance aqui!

Por outro lado, o Cametá tentará reunir forças e se reinventar para fugir da zona de perigo em um confronto dos desesperados, contra o Águia - vice-lanterna do grupo A2. O confronto será às 16h do dia 12 de março, no Zinho Oliveira, em Marabá.

1º tempo: Cametá bom, gramado regular e Remo ruim

O primeiro tempo foi basicamente de ataque do Cametá contra as defesas de André Luís pelo Remo. O time de Fran Costa surpreendeu em uma portura ofensiva ao extremo, com frequência dos laterais e dos volantes no campo de ataque. O Leão, por sua vez, não esboçou perigo.

Aos 12, Tetê saiu para a tabela com Riquelme, que cruzou para Rafael Paty. Igor João cortou e a bola voltou em Riquelme, que chutou para o gol e viu o goleiro do Remo espalmar com estilo. No minuto seguinte, Maicon saiu no contra ataque após passe errado de Flamel e lançou novamente Paty, mas André Luís se antecipou na jogada e saiu do gol para defender.

Aos 15, outra saída errada do Remo resultou no contra golpe do Mapará. Rafael Paty recebeu com a bola quicando na área e soltou o pé. André Luís fez ponte para jogar para o lado. Três minutos depois, aconteceu o único momento de certo perigo dos azulinos. Foi quando Elizeu - que havia entrado no lugar do lesionado Renan Silva - resolveu arriscar de fora da área. A bola subiu, bateu no travessão e saiu pela linha de fundo.

A última grande chance foi aos 27 minutos. Na ocaisão, Maicon tocou para Guilherme. O atacante cria da base do Remo chutou de direita e André Luís caiu para espalmar. A redonda foi na direção de Paty, que tentou de voleio e mandou pela linha de fundo.

2º tempo: gol de Nano Krieger e vitória do Remo

O Mapará retornou com a mesma postura para a partida. Aos dois minutos, Guilherme Escuro acionou Riquelme, que driblou da direita para a esquerda e soltou o pé. A bola passou perto do arco defendido por André Luís e saiu pela linha de fundo. Mas, aos cinco, o Remo foi letal! Léo Rosa recebeu na ponta direita e colocou na área para Nano Krieger ganhar da marcação no alto e cabecear para dentro da rede. Remo 1 a 0!

O gol abalou a estrutura da equipe cametaense, que começou a errar passes e a se preciptar nas tomadas de decisão durante as jogadas ofensivas. O Leão, porém, passou a chegar cada vez com mais perigo e, aos 15, Flamel encontrou Nano sozinho na área, mas o argentino desperdiçou e cabeceou a redonda pela linha de fundo. Dois minutos depois, Dadá recebeu na intermediária de ataque e lançou Tetê, que entrou na área e tentou estufar a rede com um chutaço, mas acabou mandando a bola para muito longe.

O jogo passou a ficar preso nas intermediárias das duas equipes e a falta de objetividade e, principalmente, capricho, no último passe. Já aos 45 minutos, após vários chutes de fora da área, o Cametá conseguiu fazer André Luís voltar a trabalhar. Tetê cobrou falta no ângulo do goleiro azulino, que espalmou para a linha de fundo.

Ficha técnica (Cametá 0 x 1 Remo)

Cametá - Evandro; Guilherme Escuro, Tonhão, Pedrão e Tetê; Allan Petterson, Dadá, Guilherme (Rodrigo Miranda) e Maicon; Riquelme (Rafa) e Rafael Paty (Genildo). Técnico: Fran Costa

Remo - André Luís; Léo Rosa (Lucas Victor), Zé Antônio, Igor João e Tsunami; Renan Silva (Elizeu), Marquinhos e Flamel; Gabriel Lima (Fininho), Jayme e Nano Krieger. Técnico: Josué Teixeira

Gol: Nano Krieger 5'/2ºT (Remo)
Cartões amarelos: Tonhão e Maicon (Cametá); Igor João, Tsunami e Gabriel Lima (Remo)
Local: Parque do Bacurau (Cametá/PA)
Data: 24/02/2017
Hora: 16h
Árbitro: Joquetan Moreira Guimarães
Auxiliares: Rafael Bastos Cardoso e Emanuel Ferreira Júnior
Público: 2.371 (1.813 pag. e 558 cred.)
Renda: R$ 33.260,00

Nenhum comentário:

Postar um comentário