segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

Remo ganha 'presente' e empata com São Raimundo em Santarém

O aniversário de 112 anos do Clube do Remo foi com um tom de 'sofrimento', mas um sabor de vitória. O Leão foi a Santarém para enfrentar o São Raimundo e saiu perdendo. O empate só aconteceu aos 44 minutos do segundo tempo e garantiu os azulinos na vice-liderança do grupo A2 do campeonato paraense. A partida foi ontem domingo (5), no Colosso do Tapajós, pela terceira rodada do certame. O jogo saiu de uma burocracia angustiante no primeiro tempo para uma segunda etapa apimentada. Aliás, os gols sairão somente após o intervalo. O primeiro foi de Thiago,em cobrança de pênalti, aos 34 minutos. O gol do empate, que salvou o Leão de passar o aniversário com uma derrota foi do garoto Tsunami, que marcou seu primeiro gol como profissional em uma partida oficial, aos 44.

O resultado manteve as duas equipes em suas respectivas posições na tabela de classificação. O Mundico seguiu na vice-liderança do grupo A1, com cinco pontos em três partidas, assim como o Remo se manteve na segunda colocação do grupo A2, com os mesmos cinco pontos.
Na próxima rodada, os alvinegros receberão o Independente, às 18h do domingo 12, no Colosso do Tapajós, em Santarém. No mesmo dia, só que às 16h, será a vez da estria do Re-Pa na temporada de 2017, no Mangueirão, em Belém, com transmissão lance a lance pelo Portal ORM News.

1º tempo: São Raimundo aceso e Remo desorganizado

Como rege a cartilha, o São Raimundo saiu para tentar o abafa dentro do Colosso do Tapajós. Do outro lado, porém, o aniversariante do dia, o Remo, estava visivelmente 'desengonçado'. O técnico Josué Teixeira resolveu inovar com a entrada de Tsunami no lugar de Fininho. A intenção era dar mais liberdade a Flamel. Neste quesito deu certo! No entanto, o sistema defensivo ficou fragilizado por conta da falta de organização noo posicionamento da equipe em campo.

Os espaços na defensiva remista ficaram expostos e o São Raimundo tentou aproveitar com Thiago. Ele veloz atacante recebeu o lançamento de Chaveirinho na esquerda, entrou na área e chutou forte para a boa defesa de André Luís, ainda aos cinco minutos.

O Remo necessitava do talento individual para poder chegar ao ataque. Foi assim que, aos 13, Flamel recebeu o lançamento, driblou dois marcadores com um toque só e chutou forte pela linha de fundo, aos 13. Três minutos depois, Edgar recebeu na esquerda, puxou para o meio e mandou um balaço para Roger Kaht espalmar pela linha de fundo.

O Pantera voltou a assustar aos 22. Thiago ganhou o escanteio na ponta direita e Tubarão cruzou na cabeça de Wanderlan, que, sozinho e na pequena área, testou por cima do gol. Aos 24, Bilau foi acionado dentro da área e tocou para Wendel chutar com veneno. André Luís defendeu em dois tempos.

Aos 43 minutos, o escanteio na área remista foi escorado por Wanderlan. André Luís e Rubran disputaram a bola no alto e a redonda sobrou para Rodrigo Victor chutar de primeira para o gol vazio, mas ele acabou jogando por cima da trave.

2º tempo: Pantera abre o placar e Leão empata no finalzinho

O Remo voltou do intervalo com uma postura mais agressiva e conseguiu o primeiro lance de perigo aos três minutos com Henrique, que, sozinho na pequena área, cabeceou para fora. Imediatamente, o Mundico respondeu! Aos oito minutos, Thiago recebeu dentro da área, demorou para dominar e, ao chutar, foi travado por Igor João. No lance seguinte, o Remo saiu com velocidade e ganhou uma falta. Flamel colocou na área e Renan Silva testou para a defesaça de Roger Kaht.

Aos 19 minutos, o Remo teve uma grande chance com Edgar, que recebeu a bola na entrada da área e soltou uma pancada. Wanderlan apareceu na trajetória e titou de cabeça. Aos 28, um tiro de meta do goleiro Roger kaht foi parar no pé de Alexandre, que lançou Thiago na área. André Luís saiu do gol e ficou com a redonda.
O Remo já jogava sem Flamel e com Jaquinha como meia. Quase o camisa 6, que é santareno e passou pelo São Raimundo, fez um gol. Aos 30 minutos, Léo Rosa cruzou na área e Jaquinha testou com estilo. A bola foi na trave! Mas, aos 34, foi o São Raimundo que conseguiu guardar na rede. Thiago entrou na área em mais um lançamento e foi derrubado por André Luís. Pênalti marcado que o próprio Thiago bateu para converter.
Já no finalzinho, aos 44, Fininho colocou a bola na área. O goleiro Roger Kaht saiu muito mal e socou a bola na cabeça de Tsunami, que viu a bola seguir sem ser incomodada para dentro do gol santareno. Foi o empate do Leão!
  • Ficha técnica (São Raimundo 1 x 1 Remo)

São Raimundo - Roger Kaht; Leandrinho, Wanderlan, Rubran e Tubarão; Denis Pedra, Rodrigo Victor (Alexandre), Chaveirinho (Lucas Barboza) e Wendel (Angelo); Bilau e Thiago. Técnico: Lecheva

Remo - André Luís; Léo Rosa, Henrique, Igor João e Jaquinha; Renan Silva, Elizeu, Tsunami e Flamel (Fininho); Edgar e Jayme (Gabriel Lima e depois Val Barreto). Técnico: Josué Teixeira

Gols: Thiago 34'/2ºT (São Raimundo); Tsunami 44'/2ºT (Remo)
Cartões amarelos: Wanderlan e Bilau (São Raimundo); André Luís, Igor João e Jaquinha (Remo)
Local: Colosso do Tapajós (Santarém/PA)
Data: 05/02/2017
Hora: 17h
Árbitro: Joelson Nazareno Cardoso
Auxiliares: Dimi Yuri Cardoso e Silvério Ferreira Pinto
Público: 6.273 (5.475 pag. e 798 cred.)
Renda: R$ 107.912,00
(ORM News)

Nenhum comentário:

Postar um comentário