sábado, 11 de fevereiro de 2017

Se a moda pega! Mulheres de PMs realizam protesto em Castanhal

Manifestação começou no início da manhã deste sábado, 11. Grupo pretende ficar em frente ao 5º Batalhão por tempo indeterminado. As esposas de policiais militares estão na frente do 5º Batalhão da Polícia Militar, localizado nas margens da BR-316, no município de Castanhal. A mobilização começou por volta das 7h da manhã deste sábado, 11. Cerca de 25 mulheres chegaram ao local com balões pretos e cartazes. Elas reivindicam respeito aos militares, aumento do salário, além de dar apoio as esposas que realizaram a manifestação ontem sexta-feira, 10, na capital. 

“Nós não estamos impedindo nenhum policial ou viatura de sair do quartel. E nem estamos fazendo ou pedindo qualquer tipo de paralisação.  Apenas queremos dar apoio a manifestação realizada ontem pelas mulheres dos policias de Belém e pedir o aumento dos salários dos nossos maridos que está congelado há dois anos”, afirma Helen Paixão, uma das esposas que organizam a manifestação na cidade.

Até o momento o protesto se mantém pacífico e sem hora para acabar. De acordo com Helen, um grupo de 30 mulheres saiu de Castanhal, no início da manhã deste sábado, ao encontro das esposas reunidas em Belém. Dependendo das notícias enviadas da capital, a manifestação em Castanhal poderá prosseguir durante o final de semana. O objetivo é conseguir uma reunião com o Governador Simão Jatene no próximo mês e discutir sobre os assuntos pautados por elas.

A Polícia Militar informou que mesmo com a manifestação em frente ao 5º Batalhão, o policiamento no município de Castanhal está normal. E que as reivindicações das esposas devem ser direcionadas com o Governo do Estado que, em nota, informou nesta sexta-feira, por meio do Comando da Polícia Militar e das Secretarias de Estado de Segurança Pública e Defesa Social e de Administração que mantém diálogo aberto e permanente para intensificar a política de valorização do servidor público desde 2011. 

E destaca que os militares da PMPA tiveram significativos ganhos em gratificações, como o auxílio fardamento; remuneração fechada em R$3,090,00 com o auxílio alimentação; Risco de vida e mais de três mil promoções em 2016. (ORM News)

Nenhum comentário:

Postar um comentário