quarta-feira, 22 de março de 2017

Papão misto goleia, passa à semi e complica o São Francisco

Se o Paysandu precisa de uma vitória para recuperar a confiança da torcida, ela veio em forma de goleada. Com um time formado por 10 jogadores que vinham na reserva, o Bicola superou o São Francisco com um placar de 3 a 0 dentro do Colosso do Tapajós, em Santarém, e garantiu de vez a classificação à semifinal do campeonato paraense. A partida foi realizada na noite de ontem terça-feira (21), pela oitava rodada do certame. O primeiro gol do Bicola foi aos 24 minutos do primeiro tempo, em uma sobra de defesa de Labilá, que foi no pé de Jhonnatan. O volante não perdoou. Já aos 34, foi a vez de Alfredo, com grande oportunismo, ampliar ainda na primeira etapa. No segundo tempo, Alfredo voltou a marcar, após jogada de Aslen, aos 40.

Na próxima rodada, o São Francisco receberá o Cametá, novamente no Colosso do Tapajós, às 18h deste domingo (26), diz em que será realizado também o clássico Re-Pa, às 16h, no Mangueirão, em Belém, com transmissão lance a lance, com vídeos dos melhores momentos, pelo Portal ORM News.

1º tempo: jogo morno e controle do Paysandu

O time misto do Paysandu demorou para engrenar e viu o São Francisco chamar a atenção com a agilidade de Ricardinho, Sousa e Juninho. Aos 19 minutos, Ricardinho disparou pela esquerda, entrou na área e bateu cruzado. A bola passou na frente de Bartola, mas o camisa 7 não a alcançou e ela foi parar na lateral do outro lado do campo.

O Papão acordou e passou a ser mais objetivo. A recompensa foi logo o gol! Aos 24 minutos, Will iniciou a jogada e acionou Daniel Sobralense, que chutou forte da entrada da área. Labilá se esticou todo para espalmá-la, mas acabou deixando a pelota no pé de Jhonnatan, que, dentro da área, dominou, avançou e colocou na rede.

Quatro minutos depois, o Leão mocorongo tentou responder em jogada pela direita, em que o volante Rodrigo Santarém apareceu dentro da área do Papão e tocou rasteiro para a chegada de Ricardinho. O camisa 11 chutou de primeira e desperdiçou. A bola saiu por cima da trave de Emerson.

O segundo gol do Papão surgiu de um lance incomum. Aos 34 minutos, o goleiro Emerson cobrou falta e a bola foi desviada pela barreira, só que acabou sobrando na frente de Alfredo, que, sozinho, tocou na saída de Labilá, por cobertura, para ampliar.

Três minutos depois, um escanteio de Juninho foi cortado com um cabeceio estranho do lateral direito, Hayner. Ele acabou jogando na direção do próprio gol e Emerson só observou. A redonda saiu 'flertando' com o travessão bicolor e saiu. Já aos 45, Emerson teve de trabalhar, quando precisou sair do gol para fechar o ângulo de chute de Rodrigo Santarém. O volante do Leão mocorongo foi lançado dentro da área livre de marcação.

2º tempo: São Francisco aperta, cansa e Papão fecha o placar

O Bicola retornou e chegou perto de matar a partida logo aos três minutos. O cruzamento de Hayner foi na direção de Will, dentro da área. O garoto bicolor girou e chutou, mas Labilá salvou. A defesa parecia ter dado um gás a mais para os franciscanos que conseguiram certa pressão. Aos 12, foi a vez de Juninho encontrar Thiago Floriano na área. O camisa 10 do Leão mocorongo cruzou e Floriano chutou sem força e direção, pela linha de fundo.

No minuto seguinte, Alfredo foi lançado com um chutão que acabou dentro da área azulina, mas o zagueiro Charles apareceu e, de carrinho, cortou. No minuto seguinte, os donos da casa tiveram outra grande oportunidade. No lance, Daelson foi acionado na marca do pênalti e chutou de primeira, mas Emerson fez grande defesa.

Os comandados de Walter Lima diminuíram o ritmo. Alguns jogadores já demonstravam grande esgotamento físico e um dos lances que melhor representou isso foi o chute de Balotelli, que, da pequena área, mandou a redonda muito longe do gol. Aos 39, porém, o Paysandu - já oxigenado com as presenças dos garotos Aslen, Samuel e Juninho - conseguiu uma bola na trave.

 Aslen recebeu o lançamento de Samuel dentro da área e bateu de primeira. Labilá só olhou e torceu. Só que, aos 40, não teve jeito. Aslen disparou pela esquerda e cruzou na medida para Alfredo aparecer na área e, de primeira, mandar para a rede. Paysandu 3 a 0!

Ficha técnica (São Francisco 0 x 3 Paysandu)

São Francisco - Labilá; Daelson (Jeová), Charles, Alemão e Sousa; Marcelo Pitbull, Rodrigo Santarém e Juninho (Héliton); Ricardinho, Balotelli e Bartola (Thiago Floriano). Técnico: Walter Lima

Paysandu - Emerson; Hayner, Perema, Pablo e Andrelino (Aslen); Rodrigo Andrade (Samuel), Augusto Recife, Jhonnatan e Daniel Sobralense (Juninho); Will e Alfredo. Técnico: Marcelo Chamusca

Gols: Jhonnatan 24'/1ºT e Alfredo 34'/1ºT e 40'/2ºT (Paysandu)
Cartões amarelos: Ricardinho e Anderson Balotelli (São Francisco); Hayner (Paysandu)
Local: Colosso do Tapajós (Santarém/PA)
Data: 21/03/2017
Hora: 20h30
Árbitro: Joelson Nazareno Ferreira Cardoso
Auxiliares: Bárbara Roberta Costa Loiola e Silvério Ferreira Pinto
Renda: R$ 23.650,00
Público: 1.928 (1.293 pag. e 635 cred.)
ORM News

Nenhum comentário:

Postar um comentário