sexta-feira, 28 de abril de 2017

Comerciante é condenado a 35 anos de prisão por homicídio

O comerciante Pedro Elizer Vasconcelos, de 50 anos foi condenado por jurados do 2º tribunal do júri de Belém, sob a presidência do juiz Raimundo Moisés Alves Flexa. O réu foi considerado culpado por homicídio qualificado contra Agostinho Paulo Ferreira Martins, 48 anos, e tentativa de homicídio contra a sobrinha da vítima, Rosangela de Fátima Martins da Conceição, que tinha 25 anos na época do crime. Por maioria dos votos, os jurados acataram a tese acusatória sustentada pelo promotor de justiça Samir Dahás Jorge. A pena será cumprida em regime inicial fechado numa das penitenciárias da Região Metropolitana de Belém.

No dia do crime, que aconteceu que aconteceu em 31/01/1995, o acusado diria uma camionete em alta velocida e atingiu Andrea dos Santos Neves no rosto, no bairro da Sacramenta, em Belém. A jovem estava com o namorado e atual marido, Carlos Evandro Martins e a família dele. 


Evandro afirmou que o acusado desce do carro aparentemente embriagado e disparou contra seus familiares. O primeiro disparo atingiu o pai de Evandro, que caiu na calçada onde a familia estava reunida. Rosangela, prima de Evandro e sobrinha da vítima , tentou se aproximar do réu para puxar o revolver dele, mas, foi atingida no peito. O terceiro disparo atingiu de raspão Alberto Polares Junior e um quarto disparo atingiu um muro da garagem de uma empresa de ônibus coletivo urbano. Agostinho chegou a ser socorrido, mas não resistiu e morreu no dia seguinte.

Pedro Elizer era conhecido da família e tinha um mercadinho próximo do local em que a vítima morava.  ter um mercadinho próximo onde moram, e aonde o crime ocorreu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário