quarta-feira, 12 de abril de 2017

Helder Barbalho levou R$ 1,5 mi da Odebrecht e é investigado

O ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), determinou a abertura de inquérito contra nove ministros do governo Temer, 29 senadores e 42 deputados federais, entre eles os presidentes da Câmara e do Senado. O ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, recebeu R$ 1,5 milhão do Departamento de Operações Estruturadas da Odebrecht em 2014, segundo a delação de executivos da Odebrecht, revelada pelo site da revista "Veja". 

O ministro figura na lista do propinoduto da Odebrecht com o apelido Cavanhaque. De acordo com a Procuradoria, os repasses a Helder Barbalho foram feitos como "contrapartida a interesses do grupo Odebrecht no Estado do Pará, notadamente na área de saneamento básico, espaço em que a empresa almejava atuar como concessionária".(O Liberal)

Nenhum comentário:

Postar um comentário