sábado, 22 de abril de 2017

PM do Pará integra Operação Nacional Tiradentes

Realizada simultaneamente em todo o Brasil em comemoração ao dia do patrono das Polícias Militares, a “Operação Nacional Tiradentes” reúne policiais e bombeiros militares de todo o Brasil em torno de uma mobilização de caráter preventivo e de combate aos crimes violentos, com a realização de blitze, incursões, abordagens, prisões e apreensões. O objetivo é levar mais segurança à população durante o feriado, unindo forças com outros organismos da área. 

Em Belém, a Polícia Militar, por meio do Comando de Policiamento da Capital, atua com cerca de 250 servidores por turno, além do efetivo do Comando de Missões Especiais e do Comando de Policiamento Especializado, com apoio de 107 viaturas e 20 motos. As ações estão focadas principalmente naquelas áreas com maiores índices de criminalidade.

Na capital, especificamente, a Operação Tiradentes começou na manhã de quinta-feira (20) com o cumprimento de mandados de prisão, e seguiu com as operações Tróia, Saturação, Barreiras e Hypnus, que percorreu casas noturnas. Até a manhã de ontem (21), o balanço parcial na capital registrava dez veículos apreendidos, duas pessoas presas e 31 autos de infração de trânsito.

No âmbito estadual, a operação integra os treze comandos regionais de Polícia Militar. Em Cametá, nordeste do estado, duas pessoas foram presas portando armas - três espingardas, um revólver calibre 38 - e drogas. Um homem foi preso por ameaça e duas pessoas foram flagradas com drogas e produtos roubados.

Também no nordeste paraense, no município de Salinópolis, um homem que já tinha passagem pela polícia por tráfico de drogas foi reconduzido à prisão e outros dois levados à delegacia depois de serem flagrados com produtos de roubo.

Para o comandante geral da PM, coronel Roberto Campos, o principal objetivo da operação está sendo alcançado. “A ação segue por todo o dia de hoje, em 26 estados mais o Distrito Federal. São mais de 600 mil militares trabalhando para garantir a segurança da população. No dia de Tiradentes, não poderíamos estar fazendo outra coisa senão zelando pela vida do cidadão, pois essa é a maior missão das polícias. E é por isso que o nosso efetivo está nas ruas, para servir e proteger a população paraense.”

Proteção garantida também nas praias do estado
Ao Corpo de Bombeiros coube a missão de garantir a proteção dos banhistas nos principais balneários da região metropolitana e do interior. A manhã de sol forte de ontem sexta-feira (21) atraiu cerca de cinco mil pessoas para as praias de Outeiro. A tábua de marés registrou baixamar (ápice da vazante) às 12h, o que proporcionou uma faixa de areia maior para quem buscou por um banho de mar.

A baixamar também trouxe tranquilidade para o serviço do Corpo de Bombeiros. Com ondas menores e maior espaço na areia os guarda-vidas puderam ter uma melhor visualização dos banhistas em terra e na água.

Em Outeiro, as ocorrências mais frequentes durante os feriados são de crianças perdidas, acidentes com animais aquáticos (arraia) e afogamentos em graus mais leves. Lana Fernandes Leal, de 23 anos, sofreu lesão provocada pelo ferrão de uma arraia na Praia do Amor. A jovem recebeu os primeiros procedimentos no local e foi encaminhada à Unidade de Saúde de Outeiro para atendimento médico.

O serviço de proteção balneária prosseguirá durante todo o feriado prolongado nas principais praias do estado, com o apoio de socorristas e guarda-vidas. No distrito do Outeiro, o trabalho se concentra nas praias Grande, do Amor, Barro Branco, Paraíso e da Brasília.
Por Cristiani Sousa - Agência Pará

Nenhum comentário:

Postar um comentário