segunda-feira, 17 de abril de 2017

Prisão é melhor arma contra corrupção

 "O direito penal não vai solucionar a corrupção", disse, em Belém, o procurador regional da República Douglas Fischer. "A questão da corrupção passa, sim, por uma demonstração de que, quem viola o sistema jurídico, vai ser responsabilizado, vai ter condenação criminal com pena privativa nos casos que mereçam ter. Mas, até lá, precisamos fazer uma prevenção", acrescentou. E a prevenção, explicou, vai passar por dois aspectos fundamentais. "O primeiro deles é a mudança de mentalidade na educação da população de que nenhuma vantagem, por menor que seja, é devida. A famosa Lei de Gerson não pode mais valer. Um passo de uma pequena vantagem para uma grande corrupção vai depender apenas da oportunidade de obter a vantagem. É uma questão de mudança cultural. A segunda de um controle maior preventivo de todos os órgãos acerca da transparência do modo de atuação e de gestão do dinheiro público. Isso vai nos auxiliar muito para que tenhamos uma diminuição da percepção internacional", afirmou. (O Liberal)

Nenhum comentário:

Postar um comentário