terça-feira, 16 de maio de 2017

Dia D aumenta para 30% cobertura vacinal contra a gripe no Pará

Saltou de 16% para 30% no Pará o público-alvo imunizado contra o vírus Influenza H3N2 após o Dia D da Campanha de Vacinação 2017, realizado no último sábado em todo o país. Ainda assim, este é o pior desempenho, seguido pelos estados de Roraima e Rondônia (ambos com 32%), e Rio de Janeiro e Mato Grosso (ambos com 36%). Prossegue, no entanto, o objetivo de vacinar 1.491.529 milhão de habitantes, o que equivale a 90% do público-alvo, até o dia 26 de maio. No País, a campanha atingiu 50% da meta.
Somente no Dia D foram vacinadas no Estado 213.122 pessoas. A coordenadora estadual do Programa de Imunizações da Secretaria de Estado de Saúde (Sespa), Jaíra Ataíde, explicou que muitos municípios ainda não enviaram ao sistema os dados totais do sábado, pois atualizam o sistema duas vezes por semana.

Em números absolutos, 472.444 pessoas já foram vacinadas no Pará. Segundo ela, os idosos se destacam na campanha, uma vez que 36% desse grupo está imunizado. Dos professores, 33% estão vacinados, enquanto 32% dos trabalhadores de saúde já garantiram a vacinação.

O público-alvo inclui os grupos mais vulneráveis a gripes, como as grávidas em qualquer período gestacional, crianças com idade entre seis meses e menores de 5 anos, trabalhadores de saúde das áreas pública e privada, pessoas com mais de 60 anos, povos indígenas aldeados, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos que cumprem medidas socioeducativas e detentos, além de funcionários do sistema penitenciário. 

Também devem ser vacinadas as mulheres que tiveram bebês há até 45 dias e os que possuem comorbidades comprovadas por laudo médico, como doenças crônicas respiratórias, do coração ou com baixa imunidade, entre outras. A imunização dos docentes da rede pública e privada inclui os níveis fundamental, médio e superior.

A expectativa é que, após a mobilização vista no Dia D, o comparecimento aumente nas salas de vacinação. “A maior parcela é de crianças. Ao todo, 600 mil estão aptas a receber a dose e a campanha alcançou 155 mil até agora. Pedimos que as famílias se dirijam aos postos para se imunizarem e não deixem para última hora. 

 O veraneio está chegando e quanto mais pessoas tivermos imunizadas contra esse vírus, estaremos mais protegidos”, completou. Ela informou que somente a cidade de Colares atingiu a meta de imunizar 90% do público-alvo.

Em Belém, milhares de pessoas compareceram aos 370 postos de vacinação espalhados por todos os bairros, distritos e ilhas para o Dia D. Até o fim da campanha, a vacinação está disponível de segunda-feira a sexta-feira, das 8 às 17h, em 52 salas distribuídas em Unidades Municipais de Saúde (UMS) e Estratégias Saúde da Família (ESF). 

Os municípios paraenses receberam 1,8 milhão de doses da vacina, disponíveis em qualquer Unidade Básica de Saúde, nas salas da ESF e em outros locais definidos pelas prefeituras. A Sespa reforçou que a vacina evita algumas complicações causadas pelo vírus influenza, como pneumonia e doenças cardíacas. A contraindicação é somente para pessoas com histórico de reação anafilática prévia em doses anteriores ou que tenham alergia grave a ovo de galinha e seus derivados. 

O Ministério da Saúde lembra que as pessoas que tomaram vacina no ano passado, devem repetir o esquema este ano, pois a ação contra a gripe leva duas semanas para começar e dura cerca de 9 meses. A reaplicação é necessária porque a vacina oferecida este ano é diferente e resguarda o organismo contra outras mutações do vírus. (ORM News)

Nenhum comentário:

Postar um comentário