terça-feira, 16 de maio de 2017

Jogos estudantis terão a participação de 26 mil atletas

Mais de 26 mil alunos-atletas de 138 escolas do estado do Pará devem participar da 59ª edição dos Jogos Estudantis Paraenses 2017 (JEPs). A competição começa nesta quarta-feira, 17, com a abertura oficial no município de Moju, nordeste do estado, sendo organizada pelo Núcleo de Esporte e Lazer (NEL) da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), em parceria com as entidades educacionais, desportivas e prefeituras. Neste ano, o evento conta com o apoio da Secretaria de Estado de Comunicação (Secom) e Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh).

A competição terá sete regionais: Moju, Mocajuba, Breves, Maracanã, Santa Izabel, Igarapé-Açu e Marabá. Os alunos competirão nas modalidades coletivas que são: vôlei, futsal, handebol e basquete masculino e feminino, e nas modalidades individuais que envolvem tênis de mesa e xadrez, na categoria A, de 12 a 14 anos, e B, de 15 a 17 anos.

Os JEPs são os sucessores dos Jogos Paraenses Ginásio-Colegiais, instituídos em 1958, pela Sociedade Civil de Agronomia e Veterinária do Pará e oficializados pelo decreto nº 4.444, de 24 de agosto de 1964, sendo o segundo mais antigo do Brasil. Em 2018, a competição comemora a edição de número 60.

Os jogos disseminam a prática desportiva como instrumento imprescindível para a superação do indivíduo, revelando novos valores no cenário desportivo educacional, difundindo o esporte nas escolas das redes de ensino municipal, estadual, federal e particular do estado do Pará, promovendo a integração dos estudantes, o exercício da cidadania, a descoberta de novos talentos e a ampla mobilização da comunidade escolar para a prática de atividades esportivas.

Os alunos-atletas que se destacarem nas modalidades individuais, assim como as equipes campeãs das modalidades coletivas irão representar o estado do Pará nos Jogos Escolares da Juventude, que acontecem anualmente, sendo promovido pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB) em parceria com o Ministério do Esporte e apoio do grupo Globo. Este é o maior evento esportivo estudantil do Brasil.

Parcerias
Este ano, a Secretaria de Estado de Comunicação (Secom) estará promovendo as oficinas do Projeto Biizu para os alunos-atletas que irão participar dos JEPs. As oficinas de caráter jornalístico são ministradas por diversos profissionais da fotografia, texto e audiovisual, além disso, os participantes do Biizu também acompanharão a cobertura oficial dos jogos junto às equipes da Agência Pará de Notícias, recebendo dicas e orientações de cobertura esportiva feita por profissionais da imprensa.

A Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh) também resolveu embarcar nessa e por meio do Projeto Construindo Sonhos irá realizar inúmeras palestras sobre Trabalho Escravo e Tráfico de Pessoas, enfatizando os perigos que os atletas correm quando são levados para outros lugares com promessas de sucesso.

O Núcleo de Esporte e Lazer (NEL) ministrará, por meio de seus professores de Educação Física, oficinas sobre Esporte Escolar, Educação Física Escolar e Adaptada. Os JEPs também terão um hotsite, o objetivo é fazer com que o aluno-atleta fique atualizado sobre os acontecimentos dos jogos, compartilhando fotos, vídeos, notícias e comunicados sobre a competição. 

Para acessar basta digitar o endereço eletrônico www.jeps.pa.gov.br.
“Os jogos se fortaleceram e passaram a ser políticas públicas de Educação, uma atividade que faz parte do nosso calendário escolar e está perto de completar 60 anos de muitas conquistas e avanços para o esporte estudantil do estado. 

É muito gratificante chegarmos no interior e ver toda uma mobilização e alegria em receber a competição, todos já esperam pelos jogos e isso não tem preço para nós, pois o aluno passa a se sentir parte desse processo e, principalmente, parte da escola pela qual está competindo, eliminando as chances de abandonar os estudos”, enfatizou Ana Glória Guerreiro, coordenadora do NEL.
Por Eliane Cardoso - Agência Pará

Nenhum comentário:

Postar um comentário