sexta-feira, 5 de maio de 2017

Paysandu é dominado e derrotado pelo Luverdense no primeiro jogo da final

Um pesadelo na Arena Pantanal! O Paysandu apenas passou por Cuiabá na primeira partida da final da Copa Verde. Com sete alterações por ordem física, o time de Marcelo Chamusca foi amplamente dominado pelo Luverdense, na noite de ontem quinta-feira (4). O volume de jogo do LEC foi demonstrado ainda nos primeiros minutos, mas o inesperado conseguiu fazer o gol que seria o alento de esperança para os bicolores. Um lançamento longo do goleiro Emerson encontrou o centroavante Leandro Cearense já próximo à linha de fundo do campo ofensivo. O camisa 9 do Papão ganhou da marcação de Pierre e tocou na cabeça de Daniel Sobralense, que testou para a rede. 1 a 0 Papão aos sete minutos!

Mas a resposta do matogrossenses foi cruel. Quatro minutos depois, Rafael Silva saiu de dois marcadores na esquerda com extrema facilidade e cruzou para a chegada de Erik. O volante dominou sozinho na área do Papão e chutou na saída de Emerson para empatar o jogo.

Já no final da primeira etapa, Marcos Aurélio mostrou que continua um especialista em cobranças de faltas e colocou a bola no ângulo para virar o placar. Na segunda etapa, a jogada ensaiada partindo de um escanteio foi finalizada pelo zagueiro Dalton, sozinho, dentro da área. 3 a 1 LEC, final.

Saiba como foi a partida lance a lance pelo Portal ORM!

Além da derrota, o Paysandu também não terá o lateral direito Hayner, expulso por agressão quando o time tentava reagir. Para o jogo da volta, o Papão terá de vencer por, no mínimo, 2 a 0 para poder ficar com a taça. Se os bicolores conseguirem devolver o mesmo placar de 3 a 1, a decisão irá para as penalidades. O confronto decisivo será às 20h desta terça-feira (16), no Mangueirão, em Belém, com transmissão lance a lance pelo Portal ORM.

1º tempo: Papão acha gol, mas Luverdense vira e sufoca
O Paysandu tirou a redonda, mas não ficou com ela no pé nem por dois minutos. O Luverdense logo ficou com a posse da partida e foi mostrando o que mais o destacou na campanha desta temporada: o toque de bola. Apesar do domínio, faltava objetividade. Foi quando o Bicola deu aula! Sem opção para sair com passes curtos, o goleiro Emerson lançou Leandro Cearense com perfeição na ponta esquerda. O camisa 9 dominou, driblou a marcação, entrou na área e tocou na cabeça de Daniel Sobralense, que abriu o placar, aos sete minutos.

Os donos da casa pareciam não acreditar e deram mais espaço. O time de Marcelo Chamusca se colocou no ataque e Rodrigo Andrade encontrou Daniel Sobralense novamente na área. O camisa 20 dominou e chutou, mas foi travado no momento exato por Dalton, aos 10 minutos. 

Na sequência, o Luverdense saiu em velocidade com o garoto Rafael Silva. Ele disparou pela esquerda, ganhou de dois marcadores com extrema facilidade e colocou na área para Erik, que dominou sozinho, ajeitou para a direita e bateu na saída de Emerson para empatar o jogo.

A partir daí, só deu LEC no jogo! Aos 21, Marcos Aurélio cobrou falta e Paulinho cabeceou com estilo no cantinho para a grande defesa de Emerson. Depois, Ricardo bateu de fora da área e Emerson voou novamente para espalmar. Aos 26, Aderlan recebeu o passe dentro da área como elemento surpresa, tirou de William Simões e chutou forte, só que o goleiro do Bicola interviu novamente e mandou a redonda para escanteio com a ponta dos dedos.

Aos 41 minutos, Rafael Silva dominou na frente da área bicolor, driblou com tranquilidade e foi derrubado por Augusto Recife. Marcos Aurélio foi para a cobrança e colocou no ângulo de Emerson. Golaço e virada do LEC! Já aos 44, abusando da facilidade de trocar passes, Marcos Aurélio tabelou com Ricardo e entrou na área para chutar forte. Fernando Lombardi se atirou na redonda para cortar pela linha de fundo.

2º tempo: LEC amplia, Papão fica com um a menos e perde
Sem alterações para o segundo tempo, o Paysandu seguiu dominado pelo Verdão. Aos oito minutos, Marcos Aurélio voltou a entrar na área do Papão tabelando com tranquilidade, mas acabou chutando pela linha de fundo. Dois minutos depois, ele cobrou o escanteio em jogada ensaiada e viu Erik jogar a redonda para Dalton cabecear no canto de Emerson. Era o terceiro do LEC!

Cinco minutos depois, atordoado pelo domínio dos donos da casa, o lateral direito Hayner representou o nervosismo bicolor em uma ação. Ele agrediu o atacante Rafael Silva com uma cotovelada e foi expulso. O atacante do Verdão teve de ser substituído e ainda sofrer três pontos na boca para estancar o sangramento.

Os donos da casa continuaram no ataque. Aos 29, outra cobrança de escanteio passou por todos os defensores do Paysandu e sobrou para Macena chutar da entrada da pequena área, mas Emerson salvou com o pé esquerdo. Em uma estocada pela direita, mais uma vez na base do lançamento longo, Augusto Recife mandou ppara Ayrton, que tocou com o peito para Will cruzar na área. A bola desviou na zaga e sobrou para Daniel Sobralense, sozinho na área. O camisa 20, sem equilíbrio, cabeceou por cima do gol.

Aos 36, Erik - um dos destaques do LEC - dominou na esquerda, entrou na defesa do Papão tabelando com Alaor e chutou forte, mas a redonda foi na rede pelo lado de fora. Já aos 48 minutos, quando os matogrossenses já estavam em ritmo de treino, Erik recebeu outro passe dentro da área, avançou sem marcação e chutou forte. A bola passou perto do ângulo direito de Emerson e saiu pela linha de fundo.

Ficha técnica (Luverdense 3 x 1 Paysandu)
Luverdense - Diogo Silva; Gabriel Passos (Aderlan), Pierre, Dalton e Paulinho; Ricardo, Erik e Marcos Aurélio (Alaor); Rafael Silva (Fumaça), Douglas Baggio e Macena. Técnico: Junior Rocha

Paysandu - Emerson; Hayner, Fernando Lombardi, Pablo e William Simões; Augusto Recife, Rodrigo Andrade e Daniel Sobralense (Diogo Oliveira); Jhonnatan (Will), Leandro Carvalho e Leandro Cearense (Ayrton). Técnico: Marcelo Chamusca

Gols: Daniel Sobralense 7'/1ºT (Paysandu); Erik 11'/1ºT, Marcos Aurélio 41'/1ºT e Dalton 10'/2ºT (Luverdense)
Cartões amarelos: Marcos Aurélio (Luverdense); Fernando Lombardi e Augusto Recife (Paysandu)
Cartão vermelho: Hayner (Paysandu)

Local: Arena Pantanal (Cuiabá/MT)
Data: 04/05/2017
Hora: 20h30
Árbitro: Sávio Pereira Sampaio (DF)
Auxiliares: José Reinaldo Nascimento Junior (DF) e Leila Naiara Moreira da Cruz (DF)
Público: 2.153 (1.853 pag. e 300 cred.)
Renda: R$ 24.990,00
ORM News

Nenhum comentário:

Postar um comentário