segunda-feira, 19 de junho de 2017

Marcelo Chamusca não é mais técnico do Paysandu

Após reunião com a Diretoria de Futebol do Paysandu Sport Club, o técnico Marcelo Chamusca pediu para deixar o clube no final da manhã de ontem domingo (18), no Estádio da Curuzu. A decisão vem um dia depois do empate sem gols com o Juventude-RS, pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Além do treinador, o auxiliar-técnico Caé Cunha e o preparador físico Roger Gouveia também estão de saída do clube. Após a decisão, Chamusca foi anunciado como novo novo técnico do Ceará Sporting Club. Em nota, a assessoria informou que a nova comissão técnica do Paysandu será anunciada em breve pela Diretoria de Futebol do clube.

“Informei minha decisão ao presidente Sérgio Serra na manhã deste domingo, agradecendo pelo respeito e profissionalismo durante esses quase sete meses de trabalho no Papão, clube tradicional do futebol brasileiro, e pelo qual tenho um carinho enorme, além do orgulho de ter sido campeão estadual e vice-campeão da Copa Verde. Decidimos seguir por caminhos diferentes porque entendemos que é melhor para ambas as partes neste momento. Desejo sucesso ao Paysandu, atletas e profissionais que vestem essa camisa. Muito obrigado por tudo!”, declarou Chamusca logo após a reunião.

Chamusca foi anunciado oficialmente pelo Paysandu no dia 30 de novembro do ano passado, para comandar o time nesta temporada. À frente da equipe, o técnico conquistou um título paraense, foi vice-campeão da Copa Verde e se despediu do time na décima colocação na tabela da Segundona, com 11 pontos. Ao todo, foram 32 jogos, com 15 vitórias, nove empates e oito derrotas, entre Parazão, Copa Verde, Copa do Brasil e Brasileiro da Série B, resultando em um aproveitamento geral de pouco mais de 56% dos pontos disputados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário