terça-feira, 20 de junho de 2017

Susipe e Sespa levam mutirão de saúde a presídios do Pará

A Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe) realiza até o dia 29 de junho, um mutirão de saúde com atendimentos médicos de especialistas, como cardiologia, angiologia, cirurgia geral, dermatologia, ortopedia e infectologia. As especialidades foram definidas de acordo com as necessidades apresentadas por cada casa penal. A iniciativa é realizada em parceria com a Secretaria de Saúde do Estado do Pará (Sespa). A meta da ação é atender 150 presos que são custodiados em três unidades do Complexo Penitenciário de Marituba e em oito centros de detenção do Complexo Penitenciário de Santa Izabel. 

Deigson Pessoa da Silva, 26, está custodiado no Centro de Recuperação Penitenciário II (CRPP II). Ele foi diagnosticado com problemas cardíacos e há nove anos fez uma cirurgia para a troca de uma válvula. Nesta cirurgia, uma válvula nativa do coração, que está deteriorada e não funciona adequadamente é substituída por uma válvula artificial que pode ser de dois tipos: metal ou biológica, esta última deve ser substituída a cada período de tempo.

 E pela incerteza de saber qual a válvula implantada, Deigson foi até a Unidade Básica de Saúde do Hospital Geral Penitenciário (HGP) para se consultar com um cardiologista.
“Eu achei muito bom eles (médicos) virem até aqui para consultar. 

Eu tomo a medicação certinha, mas é sempre bom saber como a saúde está por dentro”, disse o interno que já saiu da consulta com a requisição para fazer um eletrocardiograma e verificar qual tipo de válvula foi utilizada em sua cirurgia.

O objetivo da ação de acordo com a gerente de saúde física e mental da Diretoria de Biopsicossocial da Susipe, Elione Chaves, é prestar o atendimento necessário ao preso na rede pública de saúde.

“Nós fizemos primeiro o levantamento das especialidades que seriam demandadas e reunimos tudo em um espaço para atender o maior número de internos, sem muita demora e dar os encaminhamentos necessários para outros procedimentos”, explicou.

A iniciativa já faz parte do calendário de ações da Sespa que reconhece a importância do atendimento. “É com muita responsabilidade que a Sespa assiste aos internos do Sistema Penitenciário do Pará. Além da consulta com os especialistas, oferecemos ainda diversas orientações visando promover o bem estar a eles”, finalizou Heloísa Guimarães, secretária adjunta de Saúde do Estado.
Por Timoteo Lopes - Agência Pará

Nenhum comentário:

Postar um comentário