quarta-feira, 12 de julho de 2017

Sistema integrado facilita ao produtor rural emissão de documentos

A Agência de Defesa Agropecuária do Pará (Adepará) e a Secretaria de Estado de Fazenda (Sefa) lançaram nesta quarta-feira (12) a emissão integrada da Guia de Trânsito Animal (GTA) com a Nota Fiscal Avulsa Eletrônica (NFA-e).  A solenidade ocorreu em Marabá, sudeste paraense, no Parque de Exposições Agropecuário, onde ocorre a 31ª Exposição Agropecuária (Expoama). O evento teve a participação de produtores rurais e autoridades.
No ano passado foram emitidas mais de 550 Guias de Trânsito Animal Eletrônicas (e-GTAs) por meio do sistema controlado pela Adepará.

Apenas para a finalidade de engorda, cerca de 6,5 milhões de bovídeos (bovinos e bubalinos) foram movimentados dentro do Estado, com mais de 180 mil documentos oficiais emitidos. Com a integração da NFA, emitida pela Sefa, à GTA, de responsabilidade da agrodefesa, o pecuarista ganhará em agilidade e terá economia ao evitar deslocamentos e menos burocracia na hora de comercializar o rebanho bovino.

Essa integração será possível com o novo Sistema de Integração Agropecuária (Siapec - 3), que foi lançado no evento e que vai trazer novas funções e facilidade de acesso ao produtor, inclusive a emissão da GTA e nota fiscal juntas. Todas as unidades da Adepará estão conectadas ao sistema, que é on-line e parametrizado (com elementos de controle) de informações.

O diretor geral da Adepará, Luiz Pinto, destacou que o sistema vai continuar exercendo a função de controle sanitário. “Mesmo tendo novas funções, ele vai continuar cumprindo com todas as funções sanitárias. Isso significa avanço para o Pará e uma conquista para os produtores, pois agora eles poderão emitir a nota fiscal na fazenda deles, ou seja, não precisarão ir ao banco ou à Adepará para conseguir esses documentos. Esse sistema vai revolucionar toda a sistemática dos produtores”, destacou.

Para o presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Pará (Faepa), Carlos Xavier, com o novo sistema, o produtor, esteja onde estiver, poderá emitir a guia sem a necessidade de se deslocar. “Esse sistema vai garantir um serviço de qualidade aos produtos rurais do Estado e ao mesmo tempo, vai desafogar o atendimento presencial nas unidades”, ressaltou.

O titular da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca (Sedap), Giovanni Queiroz, explicou que a emissão simultânea da nota fiscal avulsa e da GTA tem muitas vantagens. “É uma demanda do setor produtivo que gera menos burocracia, mais economia, mais agilidade, e reforça a segurança sanitária. Portanto, uma ferramenta extremamente importante”, disse.
Por Inara Soares - Agência Parà

Nenhum comentário:

Postar um comentário