sábado, 26 de agosto de 2017

Com falhas individuais, Paysandu perde para o Internacional dentro do Beira Rio

O nervosismo bateu. O nível de concentração caiu. O Paysandu teve falhas individuais e perdeu fora de casa para o novo líder da Série B do campeonato brasileiro, o Internacional! A partida aconteceu na noite de ontem sexta-feira (25), diante de mais de 37 mil pessoas, na Arena Beira Rio, em Porto Alegre (RS), pela 22ª rodada da Série B do campeonato brasileiro.

O primeiro gol do jogo foi, na verdade, uma pintura! Leandro Damião dominou lançamento milimétrico de D'Alessandro com extrema categoria e encobriu Marcão com extrema facilidade, aos 10 minutos do primeiro tempo. Bergson, de cabeça, empatou aos 34 e, no finalzinho da etapa inicial, um corte totalmente errado de Fernando Lombardi resultou no segundo gol de Damião. Na volta do intervalo, Marcão Milanezi mostrou toda a falta de ritmo, falhou ao sair do gol em cobrança de escanteio e deixou Klaus limpo para testar para a rede. Já aos 39, Welinton Junior, de cabeça, diminuiu para os bicolores.

Saiba como foi a partida lance a lance pelo Portal ORM!

A derrota deixou o Paysandu ainda às proximidades da zona de rebaixamento, mas sem chance de ser alcançado, com 27 pontos. Por outro lado, o Internacional atingiu a liderança da Segundona pela primeira vez no ano, com 42 pontos, e a um do América Mineiro.

O Bicola volta a Belém no início da tarde deste sábado (26) e terá tempo de sobra para tentar reajustes. Isso porque o próximo adversário será justamente o vice-líder, América Mineiro, no Mangueirão, em Belém, às 21h30 do dia 8 de setembro. O Colorado, no entanto, só jogará no dia seguinte, contra o juventude, no Alfredo Jacconi, às 16h30.


1º tempo: Paysandu assustado e Inter joga solto

Início de jogo e o primeiro a produzir algum lance de perigo foi o Paysandu! No minuto inicial, Bergson recebeu na intermediária, encheu o peito e soltou uma pancada. A bola quase enganou o goleiro Danilo Fernandes e tocou na rede pelo lado de fora do Inter.

Rapidamente, os colorados trataram de equilibrar as ações e tirou o grito de 'UUUHL!' da torcida, em lance de Willian Potker, que cruzou para a chegada de Leandro Damião. O atacante ex-seleção brasileira apareceu sozinho na área, mas furou o chute e acabou tocando para trás.

Aos 10, porém, toca a categoria que faltara apareceu de forma exuberante. D'Alessandro lançou do campo de defesa e Damião dominou de costas para a bola, já tirando do alcance de Diego Ivo. A bola quicou no gramado e o atacante deu um toque sutil para encobrir o goleiro Marcão Milanezi. Golaço!

O Paysandu, que já jogava totalmente recuado, encarnou de vez uma postura defensiva. Os donos da casa, por sua vez, cresciam no confronto e tocavam a redonda com extrema facilidade. Aos 14, Eduardo Sasha lançou Damião sozinho na frente de Marcão Milanezi, que espalmou. A sobra ficou com Sasha, que chutou e Fernando Lombardi se atirou na redonda para cortar para escanteio. Aos 21, Willian Pottker chegou à linha de fundo e, dentro da área, bateu no travessão bicolor.

Já aos 35, o Paysandu saiu pela direita, com Ayrton. Falta nele! O mesmo camisa 2 levantou na área e Diego Ivo subiu muito para testar a redonda. Danilo Fernandes rebateu e o gaúcho Bergson, bem colocado, mandou para a rede. Gol de empate com direito à comemoração com 'sarrada no ar'.

O jogo ficou um tanto mais equilibrado, mas uma nova desatenção defensiva do Bicola permitiu que o Inter voltasse a ficar na frente no placar. Cruzamento de Claudio Winck e Fernando Lombardi, sozinho, mergulhou para cortar e mandou a redonda no pé de D'Ale, que tocou para Leandro Damião completar para a rede, aos 45. Três minutos depois, Leandro Damião ainda teve outra chance de arremate da entrada da área e Marcão Milanezi espalmou.

2º tempo: falhas individuais, Papão sufoca, Inter vence

O Internacional voltou com clima de goleada e foi ao ataque logo aos três minutos. Leandro Damião aproveitou cruzamento de D'Alessandro e, por trás da zaga, bateu no canto e Marcão Milanezi cortou com o pé esquerdo. Aos 10, Magno foi lançado em velocidade e ganhou do zagueiro Klaus, mas viu o goleiro Danilo Fernandes abandonar o gol e chutar a redonda pela lateral.

O goleiro do Papão assustou aos 19 minutos, quando Willian Pottker chutou de longe e viu Marcão Milanezi quase ser traído pelo quique da redonda. Aos 23, porém, o susto acabou virando em frustração. Marcão tentou sair do gol para afastar um escanteio e deixou a redonda chegar tranquila na cabeça de Klaus. O zagueiro colorado só encostou para a rede.

Os donos da casa tiveram grande chance aos 39 minutos, quando Nico López foi lançado por Camilo, entrou na área e ficou de frente com o gol, mas demorou e foi alcançado por Lucas Taylor, que travou o chute a salvou o Papão. Na sequência, Diego Ivo recebeu na intermediária destaque e jogou na área para Welinton Junior cabecear para a rede. 

Ficha técnica (Internacional 3 x 2 Paysandu)


Paysandu - Marcão Milanezi; Ayrton (Lucas Taylor); Fernando Lombardi, Diego Ivo e Perí; Renato Augusto, Nando Carandina, Rodrigo Andrade (Welinton Junior) e Rodrigo; Bergson (Magno) e Marcão. Técnico: Marquinhos Santos

Internacional - Danilo Fernandes; Claudio Winck, Klaus, Vitor Cuesta e Uendel; Rodrigo Dourado (Charles), Edenilson, D'Alessandro e Eduardo Sacha (Camilo); Willian Pottker e Leandro Damião (Nico López). Técnico: Guto Ferreira

Gols: Leandro Damião 10' e 45'/1ºT e Klaus 23'/2ºT (Internacional); Bergson 34'/1ºT e Welinton Junior 39'/2ºT (Paysandu)
Cartões amarelos: Claudio Winck, Vitor Cuesta, Rodrigo Dourado, Edenilson e D'Alessandro (Internacional); Perí, Nando Carandina, Rodrigo, Magno e Marcão (Paysandu)

Local: Arena Beira Rio (Porto Alegre/RS)
Data: 25/08
Hora: 21h30
Árbitro: Grazziani Maciel Rocha - RJ
Assistentes: João Luiz Coelho de Albuquerque - RJ e Thiago Rosa de Oliveira - RJ
Público: 37.083 (33.193 pag., 2.281 menores e 1.609 grat.)
Renda: R$ 778.053,00
ORM

Nenhum comentário:

Postar um comentário