sábado, 5 de agosto de 2017

Eternos Craques do Paysandu derrotam Seleção Brasileira Master no Mangueirão

Os 15 anos da conquista da Copa dos Campões pelo Paysandu foram comemorados nesta sexta (04), no Mangueirão, com o jogo Eternos Craques do Paysandu x Seleção Brasileira Máster. O resultado não poderia ter sido melhor para a torcida bicolor. O Papão da Curuzu quebrou a invencibilidade da Canarinho Master pelo placar de 3x1. A Seleção contabilizava 70 partidas invicta, com 58 vitórias e 12 empates. Os gols do Paysandu foram marcados por Vandick, Balão e Albertinho. O paraense Giovanni descontou para a Seleção Brasileira Master.
O primeiro tempo terminou em 1x0 para o Paysandu. Gol de Vandick aos 15 minutos de jogo, apesar de o time adversário ter reclamado de o atacante estar em impedimento. No final dessa etapa da partida, Vandick novamente marcou, mas o gol acabou sendo anulado.

 A Seleção Brasileira de Master, por sugestão de Marcelinho Carioca, aventou de sair de campo, reclamando novo impedimento não marcado no lance. Marcelinho saiu de campo mas foi convencido por Edilson a voltar para o jogo.

No segundo tempo, a Seleção Brasileira Master empatou por intermédio de Giovanni. Mas, a noite era mesmo bicolor. Balão marcou e colocou o Paysandu novamente em vantagem. Albertinho selou a vitória, fazendo 3x1, e comemorou perto da torcida na arquibancada. "O título da Copa dos Campeões é uma conquista que não envelhece", afirmou Vandick.
O projeto da vinda da Seleção Brasileira Master a Belém teve a parceria da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel) e da Bis Entretenimento. 

As Organizações Romulo Maiorana (ORM) apoiaram o evento, que contou com o sorteio de um carro Lifan X60, volta olímpica com a taça da Copa dos Campeões conquistada pelo Paysandu em 4 de agosto de 2002, em Fortaleza (CE) e a vibração dos torcedores bicolores.

O Paysandu atuou com Ronaldo, Gavião, Gino, Sérgio, Jóbson, Souza, Lecheva, Rogerinho, Velber, Vanderson, Vandick, Vadão, Rubens Júnior, Zé Augusto, Valdomiro, Trindade, Bruno Ramos, Albertinho e Balão. O técnico foi Cristóvão Mendes. 

A Seleção Brasileira Master atuou com Róbson, Alexandre, Ney, Toninho Carlos, André, Flávio Conceição, Paulo Isidoro, Marcelinho Carioca, Marcelo Passos, Edilson Capetinha e Giovanni. Contou ainda com Popó e Júnior Amorim. Treinador: Antônio Lucas.


Nenhum comentário:

Postar um comentário