quinta-feira, 3 de agosto de 2017

Maioria dos deputados paraenses vota a favor de Temer

A Câmara dos Deputados aprovou na noite desta quarta-feira (2) o relatório da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), de autoria do deputado Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG), que recomendava a rejeição da denúncia da Procuradoria Geral da República por crime de corrupção passiva contra o presidente Michel Temer. Com o resultado da votação, os deputados livraram Temer de responder no Supremo Tribunal Federal (STF) ao processo que, se instalado, provocaria o afastamento do presidente por pelo menos 180 dias. Agora, Temer responderá no STF somente após após o término de seu mandato, em 31 de dezembro de 2018. O procurador-geral Rodrigo Janot, porém, poderá apresentar outras denúncias contra Temer, por organização criminosa e obstrução de justiça.
Todos os deputados paraenses votaram durante a sessão, com nenhuma abstenção. Dos dezessete representantes que o Pará tem direito, apenas cinco votaram contra o arquivamento da denúncia. Todos os outros doze parlamentares deram o "sim" pelo arquivamento, se mantendo junto à maioria da Câmara e livrando Michel Temer de responder no STF.

Nenhum comentário:

Postar um comentário