quarta-feira, 6 de setembro de 2017

Agenda do dia: veja o que você precisa saber hoje quarta feira (06.09)

Joesley pede desculpas
Em nota enviada à imprensa nesta terça-feira, o empresário Joesley Batista e o executivo Ricardo Saud, ambos ligados ao grupo J&F, negaram a veracidade dos relatos feitos por eles em áudio entregue à Procuradoria-Geral da República. Na conversa, gravada por engano no último dia 17 de março, os executivos citam três ministros do Supremo e o próprio procurador-geral da República, Rodrigo Janot. Ele abriu investigação para apurar o conteúdo das conversas porque há a suspeita de que os executivos omitiram informações “gravíssimas” em seu acordo de delação premiada, que pode ser revista. (Via Exame.com)

Dinheiro atribuído a Geddel
A Polícia Federal terminou na noite de terça-feira (5) a árdua tarefa de contar a montanha de dinheiro vivo encontrada em um apartamento de Salvador que estaria ligado ao ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB). A quantia em espécie, guardada dentro de caixas e malas, totalizou R$ 51 milhões. É a maior apreensão em dinheiro vivo da história do País.(Via VEJA.com)

Lula e Dilma denunciados
A Procuradoria-Geral da República ofereceu denúncia por formação de organização criminosa contra os ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff, ambos do PT, por crimes praticados contra a Petrobrás entre 2002 e 2016. Também foram denunciados os ex-ministros Antonio Palocci, Guido Mantega, Edinho Silva, Gleisi Hoffmann (hoje senadora pelo Paraná) e Paulo Bernardo, além do ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto, que já está preso. (Via VEJA.com)

Detido por estupro é condenado
O ajudante geral Diego Ferreira de Novais foi condenado a dois anos de prisão em regime fechado. A decisão é relativa a um crime acontecido em setembro de 2013. Ele tem dezessete passagens por crimes sexuais, o mais antigo deles registrado em 2009. Ele está preso preventivamente depois de abusar de uma passageira em um ônibus na capital paulista no último fim de semana. (Via Veja São Paulo)

Mega-Sena pode pagar R$ 77 milhões
O concurso 1.965 da Mega-Sena pode pagar R$ 77 milhões nesta quarta-feira a quem acertar as seis dezenas. A aposta mínima custa R$ 3,50 e os jogos podem ser feitos até uma hora antes do sorteio, marcado para as 20h, horário de Brasília. (Via Notícias ao Minuto).

Taxa de juros menor
O Comitê de Política Monetária deve anunciar um novo corte de 1 ponto porcentual na taxa básica de juros, a Selic, após a reunião desta quarta-feira, segundo analistas de mercado. A aposta é de que o órgão do Banco Central reduza a taxa de 9,25% para 8,25% ao ano. Para especialistas, este deve ser o último corte de 1 ponto percentual do ciclo de redução da Selic – ritmo que é adotado desde fevereiro. (Via VEJA.com)

Rombo de R$ 159 bi nas contas
O Congresso Nacional concluiu na noite desta terça-feira, 5, a votação da proposta que altera as metas fiscais de 2017 e 2018 para um rombo de até R$ 159 bilhões em cada ano. A decisão representa um alívio para equipe econômica, que terá agora espaço para reverter parte do corte sobre o Orçamento deste ano e poderá aprovar a proposta orçamentária da União do próximo ano já sob o novo objetivo. (Via Agência Brasil)

Seleção empata e deixa de ser 100%
Em jogo lento e quente, dentro e fora de campo, o Brasil ficou apenas no empate por 1 a 1 com a Colômbia no Estádio Metropolitano, em Barranquilla. O confronto, válido pela 16ª rodada das Eliminatórias Sul-Americanas da Copa do Mundo de 2018, foi definido com gols de Willian para os visitantes e Falcao García para os mandantes. (Via Lance)
Veja tabela das Eliminatórias da Copa

Olimpíada investigada
A Polícia Federal deflagrou na terça-feira a operação Unfair-play, que teve como alvo o presidente do Comitê Olímpico Brasileiro, Carlos Arthur Nuzman, e empresários ligados ao ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, acusados de orquestrarem uma compra de votos para garantir a escolha da cidade brasileira como sede dos Jogos Olímpicos de 2016. Saiba quais são as principais investigações do caso. (Via BBC Brasil)


Nenhum comentário:

Postar um comentário