sexta-feira, 29 de setembro de 2017

Governador do Pará e embaixador de Portugal no Brasil discutem parcerias durante encontro

As relações comerciais e culturais entre Pará e Portugal foram alguns dos temas discutidos durante encontro entre o governador Simão Jatene e o embaixador de Portugal no Brasil, Jorge Dias Cabral. A visita diplomática ocorreu na manhã desta sexta-feira, 29, no Palácio do Governo, em Belém, e contou com a participação do vice-cônsul de Portugal em Belém, Francisco Brandão, e o Conselheiro Cultural da Embaixada, João Pignatelli. “Portugal tem uma grade conexão com o Pará e com a Amazônia, seja na língua, na história, na cultura e nas relações comerciais. 
Já foi, inclusive, homenageado na Feira Pan-Amazônica do Livro, em 2012, que contou com a presença de escritores, cantores e autoridades, que compartilharam um pouco dos saberes e influências lusitanas em terras paraenses”, destacou o governador Simão Jatene.

Na oportunidade, o representante do governo português agradeceu o Governo do Estado pela forma como vem tratando seus descendentes. “Queremos deixar o nosso muito obrigado ao governador por todo o apoio que o Estado tem dado para a colônia portuguesa que aqui reside. Essa aproximação é fundamental para o crescimento de todos”, disse Jorge Cabral.

A possibilidade de parcerias e investimentos em diversas áreas, entre elas a ambiental, também esteve em discussão. Segundo o embaixador, Portugal nos últimos anos deu um grande salto em relação ao consumo de energias renováveis. Em 2015, o consumo foi de 28%, o oitavo mais elevado entre os países europeus e o quinto entre os países que partilham o euro. Outro avanço foi na área de saneamento. Os dois pontos podem pautar, inclusive, novas aproximações entre o País e o Estado.

O embaixador manifestou interesse em discutir novas parcerias. “Precisamos identificar as oportunidades para focarmos nossos investimentos nas áreas mais diversas, não necessariamente nas grandes empresas e projetos, pois acreditamos que todos têm uma grande importância neste cenário”, comentou Jorge Cabral.

Esta é a primeira visita oficial do embaixador ao Pará e sua estadia em Belém se dá por ocasião das comemorações pelos 150 anos do Grêmio Literário e Recreativo Português no Pará. A cerimônia comemorativa oficial será na noite desta sexta-feira, 29, na sede campestre do clube. Na oportunidade, várias autoridades serão homenageadas, entre elas o governador Simão Jatene e secretários de Estado.

Aproximação
Além das relações políticas e culturais com o Pará, o representante português destacou a área educacional, citando a criação da Cátedra do Instituto Camões João Lúcio de Azevedo, a primeira na Região Norte do Brasil, na Universidade Federal do Pará. A iniciativa mostra o interesse do País em ampliar e desenvolver a pesquisa em áreas como a cultura, história e literatura de Portugal e da Amazônia. Assinatura do protocolo ocorreu na manhã desta sexta-feira, 29, após a visita do embaixador, na sede da instituição de ensino, em Belém.

No início deste ano, representantes de um dos principais grupos hoteleiros portugueses, o grupo Vila Galé, estiveram reunidos com o governador Simão Jatene, em Belém, para prospectar a instalação de um dos seus empreendimentos no Pará. Na oportunidade, o presidente do grupo, Jorge Almeida, e a comitiva da empresa portuguesa, ficaram impressionados com o potencial da região. As articulações e aproximação com o País são fundamentais para estimular a captação de investimentos e investidores em busca da potencialização do turismo como atividade econômica no Estado.

O Pará é o principal destino de estrangeiros interessados em conhecer a Amazônia brasileira, entre eles os portugueses. O fluxo de paraenses em terras lusitanas também aumentou, principalmente em função dos voos que saem direto da capital. O serviço é oferecido pela empresa de aviação lusa TAP, que começou a operar a rota Belém-Lisboa-Belém em junho de 2014, tornando-se a principal porta de saída e entrada de europeus que embarcam e desembarcam direto na Amazônia.

Durante o encontro, o embaixador também destacou a presença, em 2016, da comitiva do governo do Estado em Lisboa, capital lusitana. Na ocasião, foi realizado o seminário "Pará, um mundo de oportunidades" que reuniu empresários brasileiros e portugueses e representantes de organizações de diferentes setores produtivos para conhecer as possibilidades de parcerias e investimentos, com importação e exportação. Segundo ele, uma oportunidade importante para a aproximação dos povos.
Por Lidiane Sousa - Agência Pará

Nenhum comentário:

Postar um comentário