terça-feira, 26 de setembro de 2017

Polícia Militar do Pará comemora 199 anos lançando projetos

Um dos programas anunciados foi o 'Ônibus Seguro', que visa aumentar a segurança dos usuários do transporte público. A comemoração dos 199 anos da Polícia Militar do Pará foi marcada pelo lançamento do Programa de Preparação e Apoio à Reserva Remunerada (PPARR) e do projeto “Ônibus Seguro”, na manhã de ontem segunda-feira (25). A cerimônia realizada no Comando Geral da corporação foi presidida pelo governador em exercício, Zequinha Marinho, e contou com a participação de secretários de Estado, parlamentares, entre outras autoridades.
“A Polícia Militar do Pará é uma instituição histórica, importante, essencial para a sociedade. O Estado do Pará jamais se dobrará ao crime, jamais se dobrará à violência. Nós confiamos na nossa polícia, estamos investindo, treinando e preparando para enfrentar qualquer tipo de dificuldade”, afirmou Zequinha Marinho.
O PPARR é um projeto pioneiro que dará ao policial militar veterano a oportunidade de fazer parte de um trabalho multidisciplinar, com objetivo de minimizar o impacto decorrente da mudança do ambiente militar para a reserva remunerada. A iniciativa engloba as áreas de educação, empreendedorismo, integração social, saúde, esporte, entre outros. O programa terá duração de um ano, contados a partir do mês de outubro, quando inicia o projeto piloto.
Outra ação comemorada foi o projeto “Ônibus Seguro”, inspirado na Polícia Militar do Maranhão, que surgiu a partir de uma necessidade de aumentar a segurança da população e dos usuários do transporte público da região metropolitana de Belém. O Comando de Policiamento da Capital irá padronizar as operações de fiscalização por meio de ações policiais preventivas e repressivas com o intuito de coibir a criminalidade nos ônibus, garantindo mais segurança para motoristas, cobradores e passageiros.
“Os policiais militares adentrarão nos coletivos e vão ter um cartão onde vai ficar registrado o momento em que entram e saem do ônibus. Uma parceria com o Setransbel (Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros de Belém) que tem como objetivo diminuir esse tipo de delito que vem aumentando em nossa cidade”, explicou o comandante geral da PM, coronel Hilton Benigno.
O coronel também falou sobre outra importante política de valorização profissional, o programa “Nossa Família”. Destinado ao atendimento de praças, cabos e soldados da PM e do Corpo de Bombeiros, o programa vai facilitar a aquisição da casa própria, por meio de subsídios concedidos pelo governo estadual. O Projeto de Lei já foi aprovado pela Assembleia Legislativa e foi encaminhado hoje para a sanção do governador.
O programa começa contemplando os militares lotados na Região Metropolitana de Belém e se estenderá para as demais regiões do Estado, em uma parceria entre a Companhia de Habitação do Pará (Cohab), Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e Secretaria de Estado e Administração (Sead). Inicialmente serão entregues 480 unidades habitacionais em cinco empreendimentos imobiliários localizados em Belém (bairros da Marambaia e Tenoné I e II), e em Ananindeua (Cidade Nova V e Cidade Nova VI). O servidor contemplado só passará a pagar as parcelas quando o imóvel for entregue. Até lá, o Estado assume os custos, estimados em 4 milhões de reais.
 A cerimônia foi marcada ainda pela promoção de 73 oficiais e 1.373 praças. As promoções na PM são feitas apenas em duas datas: no dia 21 de abril (Dia de Tiradentes) e no dia 25 de setembro, data de aniversário da corporação. Entre os que subiram de patente está o Coronel Mauro Moreira Matos, diretor geral da Superintendência do Sistema Penitenciário. Para ele, este é um reconhecimento importante da corporação.
“Vou fazer 24 anos de Polícia Militar e o que a gente observa é que o comando tem tido cuidado em, de fato, estar priorizando aqueles oficiais que tiveram uma trajetória boa na corporação. A Polícia Militar tem crescido a cada dia, com o apoio do Governo do Estado, tanto na capacitação de oficiais e praças, como também na aquisição de materiais e equipamentos para que nós possamos servir a sociedade da forma que ela merece”, avaliou o coronel Matos.
Somente neste ano, mais de dois mil militares foram promovidos, entre eles, 1.714 praças. Em 2016, foram 2.890 militares, dos quais 235 oficiais e mais de 2,6 mil praças. Já entre 2015 e 2017, mais de 10 mil militares foram capacitados em cursos ou treinamentos. Hoje, a Polícia Militar do Estado do Pará conta com mais de 15 mil homens e mulheres prontos e capacitados para servir à população, além de mais de 2 mil aprovados no concurso público de 2016, que se somarão ao efetivo.
Durante a solenidade, 142 personalidades civis e militares receberam a Medalha da Ordem do Mérito Policial Militar Coronel Fontoura.  Também foram concedidas medalhas de bons serviços prestados aos policiais militares que ao longo de suas carreiras têm trabalhado de forma destacada para a valorização da corporação, pelo período de 30 anos (metal dourado), 20 anos (metal prateado) e 10 anos (metal bronzeado).
O encerramento da comemoração foi marcado por um desfile com integrantes dos vários grupamentos da corporação como a Banda de Música, Batalhão de Choque, Comando de Policiamento Ambiental, Companhia Fluvial, Companhia de Policiamento Escolar, Companhia Operações Especiais, Companhia de Policiamento com Cães, entre outros. Também participaram da apresentação alunos atendidos por projetos como o de Equoterapia e o Programa Educacional de Resistência às Drogas e a Violência (Proerd) desenvolvido com alunos de escolas públicas.
O público pode conferir, ainda, simulações das ações de combate à criminalidade, como assalto com refém, esquadrão antibomba e cavalaria, e os equipamentos e viaturas utilizadas pelos militares. Durante o evento, também foi realizada ação do Pro Paz Cidadania com atendimentos nas áreas da saúde e cidadania, como emissão de documentos, assistência jurídica e atendimento médico. (Agência Pará)

Nenhum comentário:

Postar um comentário