sexta-feira, 29 de setembro de 2017

Segup faz mudanças e inova no esquema de segurança do Círio

A contagem regressiva para o Círio de Nazaré já começou. Há 10 dias da grande procissão, que ocorre no segundo domingo de outubro, algumas novidades no esquema de segurança do público foram apresentadas pela Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), durante coletiva de imprensa realizada na sede do órgão, ontem quinta-feira, 28. As ações têm inicio no dia 6 de outubro e só terminam no dia 23, com o Recírio. Uma das inovações da “Operação Círio 2017”, é a instalação de 20 plataformas espalhadas ao longo de todo o trajeto do Círio e da Trasladação.

São cinco plataformas a mais que no ano passado, onde ficarão 40 militares da PM e dos Bombeiros atentos a qualquer ocorrência. Os profissionais estarão munidos de binóculos e rádios de transmissão. “Nossa ideia é colocar os agentes em posições estratégicas que facilitem a visualização e o monitoramento da procissão e das pessoas.

Os praticáveis estarão visualmente identificados, inclusive em outras três línguas, para facilitar o acesso das pessoas até os policiais, além de servir como ponto de encontro de pessoas perdidas”, explicou o Coronel André Cunha, secretário adjunto de Gestão Operacional.

No trajeto dessas procissões, oito postos de triagem da Polícia Civil funcionarão como pontos de apoio. Lá, pessoas que porventura tenham cometido ilícitos serão custodiadas de forma provisória, até o fim da procissão. “Esses postos receberão vítimas e acusados, que inclusive terão o apoio de policiais bilíngues para facilitar o atendimento. 

Já as seccionais do Comércio e São Brás funcionarão em regime de plantão 24h para receber essas ocorrências após as procissões”, descreveu Cristiane Ferreira, delegada-geral adjunta da Polícia Civil.

Para monitorar todas as ocorrências, uma Sala de Situação vai ser instalada no Centro Integrado de Operações (CIOP). A sala vai reunir todas as informações, dados e relatórios dos agentes referentes às ações do sistema de segurança. 

Tudo será repassado para a imprensa através da assessoria que atuará neste espaço junto com os agentes de segurança. “Nosso objetivo maior é proporcionar o máximo de segurança para aqueles que participam das procissões, atuando de forma conjunta com os órgãos de segurança”, complementou o titular da Segup, Jeannot Jansen.

Trânsito – Outra novidade para este ano é uma funcionalidade extra para o aplicativo “Kd a Berlinda?”, que agora além de mostrar a localização exata da berlinda que leva a imagem peregrina de Nossa Senhora de Nazaré durante todas as procissões, vai divulgar, em tempo real, as vias que serão interditadas, os trechos, horários e o órgão responsável pela interdição.

Outra alteração é na Praça dos Estivadores, onde tradicionalmente ocorre a queima de fogos em homenagem à Nossa Senhora de Nazaré. Este ano, o espaço estará liberado para o público. Segundo André Cunha, a alternativa seria fazer a queima junto com os Arrumadores ou usar uma balsa que fica ancorada na Doca. A alegação da Segup é que a interdição da praça para a queima de fogos atrapalha cada vez mais o deslocamento do público, causando acidentes com romeiros.

“Infelizmente temos que abrir mão da tradição para evitar uma tragédia. Mas a própria história do Círio é repleta de mudanças e adaptações pelo bom andamento da festa”, argumentou.

Motorromaria – Uma das romarias mais novas e com menor percurso, a motorromaria, também vai sofrer alterações. Uma delas é a interdição das vias transversais do trajeto, bloqueando o acesso de veículos de duas e três rodas às avenidas Presidente Vargas e Nazaré. 

De acordo com o Coronel André Cunha, será instalado um pórtico de acesso na confluência das avenidas Marechal Hermes e Visconde de Souza Franco, onde agentes de segurança estarão prontos para fiscalizar, reter e se necessário remover veículos irregulares.

“Não permitiremos que entrem no trajeto da procissão, veículos sem placa, pessoas sem equipamentos de segurança obrigatórios ou que estejam em discordância com a legislação. Por isso, alertamos os motoqueiros que cheguem a partir das 7h para garantir sua participação na homenagem”, explicou.

Números - Ao todo, 21 mil agentes de várias instituições, secretarias e órgãos públicos estarão em ação, dentre eles, Exército, Marinha, Aeronáutica, Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, Defesa Civil, Detran, SeMob, Polícia Rodoviária Federal, Secretarias Estaduais de Turismo, Segurança Pública, Saúde Pública, Guarda de Nazaré e Festa de Nazaré.

Aproximadamente 5 mil agentes, somente das instituições vinculadas à Segup, estarão trabalhando durante a quadra nazarena. O maior efetivo será da Policia Militar (PM) que vai dispor de 3.225 mil homens nas diversas procissões e eventos relacionados a grande festa paraense. O Departamento de Trânsito do Estado (Detran), com 180 agentes e a Policia Civil, com 179 agentes, aparecem logo depois.
* Com informações de Aldirene Gama – Ascom Detran
Por Heloá Canali - Agência Pará

Nenhum comentário:

Postar um comentário