segunda-feira, 16 de outubro de 2017

Pacientes oncológicos ganham ''Dia de Príncipe e Princesa'' no Hospital Regional de Santarém

A paranaense Rute Perez, de 63 anos, luta contra o câncer de mama há dez meses. Ela descobriu quando realizou o autoexame. Depois, fez outros exames que confirmaram a doença. O paraense Jurandir Viana, de 71 anos, natural de Jacareacanga, luta desde 2014 contra o câncer de próstata. Os dois realizam tratamento no Hospital Regional do Baixo Amazonas (HRBA), em Santarém (PA). Rute e ''Seu Jura'', como o músico é conhecido, foram escolhidos para terem um dia de Princesa e Príncipe, em virtude da campanha ‘‘Outubro Rosa e Novembro Azul’’, realizada anualmente pelo hospital. 
 Eles foram surpreendidos pela equipe do hospital com um dia completamente diferente. Os dois ganharam tratamento estético no Centro de Estética Izabel Miranda, almoço no Restaurante Piracema, sessão de fotos com o fotógrafo Breno Souza e sessão de cinema no Rio Tapajós Shopping. Jurandir ainda ganhou corte de cabelo e hidratação na Toro Barbearia.

Emocionada, Rute diz que esse dia será inesquecível. “Vai ser um dia que vai ficar super marcado. Eu nunca vou me esquecer disso. Eu peço a Deus, pelo hospital, todos os dias, pelas equipes que trabalham nele. Essa é uma doença muito difícil, muito pesada”. Jurandir também aproveitou cada segundo do momento especial. “Hoje, depois de tanto tempo, estou aqui. Foi um dia maravilhoso, realmente gratificante. Muito obrigado toda equipe do Hospital Regional”, agradece.

Dados
O Hospital Regional de Santarém - público e gratuito, pertencente ao Governo do Pará e gerenciado pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, sob contrato  com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) - atende 1.776 pacientes oncológicos. Destes, 625 são casos de câncer de mama e 448 de câncer de próstata. 

De acordo com o Ministério da Saúde, o câncer é a segunda causa de morte no mundo. Estimativa do Instituto Nacional do Câncer (Inca) aponta a ocorrência de cerca de 600 mil casos novos de câncer no Brasil em 2016 e 2017, dos quais cerca de 180 mil serão de pele não-melanoma. Os cânceres de próstata (61 mil) em homens e mama (58 mil) em mulheres também serão os mais frequentes.

Campanha
O Hospital Regional realizou a abertura oficial da campanha ''Outubro Rosa e Novembro Azul'' na última sexta-feira, 13/10, às 9h. Este ano, como já é de costume, a unidade vai trabalhar os dois temas juntos, com objetivo de conscientizar a população sobre a importância do diagnóstico precoce dos cânceres de mama e próstata.

“O câncer é uma doença que não pode esperar. Ele é muito violento e muito rápido, ele acaba com a gente. Eu já estava bem ruim, vomitando, com muita dor de cabeça e nas pernas. Eu não estava mais em mim, já tinha saído do meu normal, não lembrava mais das coisas”, lembra Rute. 

“Mas estou sendo muito bem tratada, muito bem mesmo. É um hospital que trata a gente sorrindo. Quando a gente chega triste, ruim, e tratam a gente bem, a gente fica até boa, fica leve. É muito gratificante. Eu não esqueço, agradeço a Deus todos os dias. Eu estou sendo muito bem cuidado”, fala.

Jurandir começou o tratamento no Rio de Janeiro. Depois de um ano, continuou no Hospital Regional de Santarém. “Como me disseram no início, o tratamento é longo, de três a cinco anos. E, aqui no hospital, eu recebi todo o tipo de apoio material e humano possível. Meu acompanhamento tem sido da melhor qualidade. Todos são muito humanos, muito atenciosos”, explica.

A programação do HRBA segue até novembro. No dia 1/10, a iluminação da fachada da unidade foi alterada para a cor rosa. A equipe de Enfermagem da Oncologia realiza palestras educativas nas recepções dos setores. No dia 11/11, haverá uma grande ação social na Costa do Aritapera, região de várzea, com consultas e exames médicos, atendimento nutricional, terapia ocupacional, ações de beleza, oficinas profissionalizantes, entre outros. A atividade integra a “Ação do Bem”, em comemoração aos 50 anos da Pró-Saúde.

Para o diretor-geral do hospital, Hebert Moreschi, conscientizar a população sobre como prevenir e diagnosticar precocemente essas doenças é o objetivo da campanha. “Nós, enquanto hospital que quase 45% dos atendimentos são oncológicos, falamos de câncer todos os dias, mas o simbolismo do Outubro Rosa e Novembro Azul tem um efeito incrível na sociedade. E, se nós conseguimos avançar, é graças a essa bandeira. 

Estes meses são especiais para nós abordarmos esses assuntos de forma mais intensa. Uma população informada é, com certeza, uma população mais saudável”, finaliza. (Joab Ferreira - Pró-saúde)

Nenhum comentário:

Postar um comentário