quinta-feira, 19 de outubro de 2017

Unesco lança no Pará o Encontro das Cidades Criativas

Chefs de cozinha e representantes de cidades criativas de diversas partes do mundo estarão em Belém no período de 7 a 11 de novembro, para uma imersão culinária e cultural. O evento é realizado pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) e a capital paraense será a primeira cidade do continente americano a sediar o encontro, que busca promover intercâmbio e estimular negócios voltados para a cadeia produtiva da gastronomia.
O Encontro das Cidades Criativas da Unesco foi lançado na noite de ontem quarta-feira (18), no Atrium Quinta das Pedras, na Cidade Velha, e contou com a presença do prefeito de Belém, Zenaldo Coutinho, e do secretário de Estado de Turismo, Adenauer Góes, que representou o governador Simão Jatene, além da coordenadora de Relações Internacionais do Governo, Larissa Steiner Chermont.

O evento também contou com a presença de empresários, chefs, jornalistas e digital influencers locais. Para o encontro que será realizado em Belém está confirmada a participação de 16 representantes da Unesco vindos da China, Líbano, Colômbia, Estados Unidos, Suécia, México, Coréia do Sul, Irã, Itália, Espanha e Turquia. Quinze chefs convidados, entre brasileiros e estrangeiros, também estarão presentes.

Realizada pela Prefeitura de Belém com apoio do Governo do Estado, a imersão culinária e cultural contará com uma diversificada programação, que levará a comitiva da Unesco para conhecer a produção ribeirinha de alimentos, apresentará a pluralidade de cheiros e sabores do Ver-o-Peso, a cultura indígena e a riqueza musical do Pará.

A pauta do encontro trará estratégias para potencializar negócios e a sustentabilidade no setor da culinária na região. Este é o primeiro grande evento que será realizado após Belém ter conquistado o título mundial de Cidade Criativa da Gastronomia pela Unesco, em 2015, concedido a apenas 18 localidades em todo o mundo.

O Encontro propõe a criação de uma ampla rede de chefs paraenses que irão participar do Circuito Gastronômico Cidade Criativa da Gastronomia. Mais de 30 restaurantes de Belém irão oferecer pratos exclusivos, que valorizam ingredientes locais, criados especialmente para o evento.

Para Adenauer Góes, o encontro coloca Belém em uma rota privilegiada, reconhecida pela Unesco e sob o olhar do mundo. “É chegada a hora de assumirmos um protagonismo maior para interagirmos com o mundo mostrando nossa identidade. A gastronomia é o centro deste protagonismo. Teremos aqui representantes do mundo inteiro interagindo com a nossa matéria-prima cultural, o Governo do Estado oferece apoio total e irrestrito ao encontro”, destacou.
Vitrine

O Encontro busca impulsionar toda a cadeia produtiva do setor gastronômico, desde os pequenos produtores de insumos orgânicos, as indústrias processadoras e exportadoras de alimentos, passando por toda a logística envolvida nessa dinâmica, até chegar às mesas de bares, restaurantes e hotéis.

Para Zenaldo Coutinho a riqueza gastronômica do Pará será conhecida em dimensão internacional. “Este será um momento de troca onde Belém oferecerá tudo o que tem de bom em sua cultura, receberá informações e experiência de outros continentes e se destacará no cenário internacional”, ressaltou.

A abertura do Encontro das Cidades Criativas da Unesco será realizada no Palácio Antônio Lemos, no dia 7 de novembro, com show de Dona Onete e apresentação da Banda da Guarda com repertório do maestro Waldemar Henrique. No dia 8, a comitiva visita a ilha do Combu, onde conhecerá a cadeia produtiva da mandioca e do cacau. No Ver-o-Rio, povos indígenas apresentarão sua cultura com danças, artesanato e pintura. Aberta ao público, a noite segue ainda com show de carimbó e escola de samba.

No dia 9 haverá o workshop "Biodiversidade: Diálogos com a gastronomia”, no Polo Joalheiro. Em seguida, será realizado um dos momentos altos da programação, o “Desafio ao vivo de chefs – Cooking Show”, que reunirá chefs internacionais da comitiva da Unesco, paraenses e outros convidados de diversas regiões do Brasil. Neste dia, os chefs visitantes terão que cozinhar usando ingredientes típicos do Pará e de outras regiões do mundo, criando, ao vivo, pratos inusitados e inéditos.

No dia 10, a comitiva conhecerá o maior mercado a céu aberto da América Latina. A programação no Ver-o-Peso promoverá ainda um intercâmbio dos chefs com as boieiras da feira. A cantora Fafá de Belém encerra a noite com show aberto ao público no Portal da Amazônia, com carimbó e guitarrada.

No último dia do Encontro, 11, o grupo visitará as ruínas do Murutucu e o Festival Fartura, que reúne produtores, mercados e chefs para provar novas receitas e também pratos típicos de diversas cidades do Brasil.

O chef Rubão, que é proprietário do “Boteco do Rubão”, na Cidade Velha, reconhecido pela sua gastronomia, ressalta o valor do intercâmbio internacional para o crescente reconhecimento da culinária local. “Temos que ter cuidado para não diversificarmos muito a ponto de perdermos nossa identidade, mas temos que mostrar os nossos temperos e nossa forma original de cozinhar”, falou.
Rede Cidade Criativa

A Unesco é uma agência especializada das Nações Unidas para a educação, a ciência e a cultura. Portanto, a organização se preocupa em somar esforços com o governo brasileiro e com a sociedade civil em torno de objetivos comuns para o desenvolvimento do país, alinhados aos objetivos estabelecidos pelos Estados membros da Unesco e das Nações Unidas.

Criada em 2004, a Rede Cidade Criativa (UCCN, sigla em inglês) promove a cooperação internacional entre as cidades que reconheceram a criatividade como uma direção estratégica e um impulsionador para a regeneração e o desenvolvimento urbano sustentável. Hoje, a rede reúne 116 cidades de 54 países que trabalham em busca de objetivos comuns: colocar as indústrias criativas e culturais no centro dos planos de desenvolvimento locais e cooperar ativamente por meio de parcerias entre cidades em nível internacional.

O UCCN é um dos principais programas da Unesco para a implementação dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Agenda 2030 e da Nova Agenda Urbana, no nível local. O Brasil possui cinco cidades na rede atualmente: Belém (gastronomia), Salvador (música) e Santos (cinema) desde 2015; Curitiba (design) e Florianópolis (gastronomia) desde 2014.

O título concedido a Belém tem a finalidade de impulsionar o turismo gastronômico, a sustentabilidade, o intercâmbio de informações, além da pesquisa e geração de emprego e renda. Como Cidade Criativa, a capital do Pará passa a integrar uma rede de cidades que buscam desenvolvimento de maneira sustentável e de modo socialmente justo.

“Um evento desta grandiosidade e inédito nas Américas coloca Belém na vitrine do mundo. Reunir especialistas internacionais aqui para pensar caminhos de estimular o setor atrai turismo e estimula a qualificação do mercado, para que a gente produza com mais qualidade, atenda ainda melhor e compreenda nossos pontos fortes no mercado estrangeiro”, comenta João Cláudio Klautau, coordenador do Comitê Cidades Criativas da Unesco.

A conquista foi resultado de um trabalho intenso da Prefeitura de Belém, em parceria com o Governo do Estado e entidades representativas do setor, tais como Instituto Paulo Martins, Centro de Empreendedorismo da Amazônia e Instituto Atá, que se uniram no propósito de oficializar não só a culinária, mas toda a cultura gastronômica de Belém como referência global. A candidatura da capital paraense teve o apoio do Itamaraty, Confederação Nacional do Turismo e Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel).

Chefs Convidados
1 - Edinho Engel - Salvador, Brasil
2 - Saulo Jennings - Santarém, Brasil
3 - Ângela Sicília - Belém, Brasil
4 - Ofir Oliveira - Belém, Brasil
5 - Daniela Martins - Belém, Brasil
6 - Paulo Anijar - Belém, Brasil
7 - Isabel Hagemann - Florianópolis, Brasil
8 - Miguel Bahena - Ensenada, México
9 - Brian Smith - Tucson, Estados Unidos
10 - Johan Gavelin - Ostersund, Suécia
11 - Ibrahim Doga- Gaziantep, Turquia
12 - Arthur Bestene – Belém, Brasil
13 - Seyed Morteza Rahimi Moghaddam - Rasht, Irã
14 - Xing Qiao - Chengdu, China
15 – Praewpayom Aikwanich - Phuket, Tailândia

Por Márcio Flexa - Agência Pará

Nenhum comentário:

Postar um comentário