quarta-feira, 15 de novembro de 2017

Paysandu perde para o Ceará e segue com chances remotas de cair

Diante de mais de 45 mil espectadores na Arena Castelão, o Paysandu foi, pela segunda vez nesta Série B do campeonato brasileiro, derrotado pelo Ceará do técnico ex-Bicola, Marcelo Chamusca. O resultado de 2 a 0 para o Vozão manteve o Papão com chances remotas de rebaixamento e não foi o suficiente para garantir o acesso dos alvinegros à Série A.  O primeiro tempo, marcado pela inciativa do Ceará e pelas busca por jogadas de 'bola parada' pelos dois times para atacar, teve um golaço. 

O volante improvisado na lateral direita, Pio, cobrou falta da intermediária com maestria e abriu o placar, aos 16. Na segunda etapa, Elton, aos 20, ampliou. Dois minutos depois, porém, o próprio Elton e o zagueiro do Papão, Perema, trocaram ameaças e agressões e foram expulsos de campo.

Saiba como foi a partida lance a lance aqui!

A derrota manteve o Papão em busca de um ponto para se salvar matematicamente do risco de rebaixamento e também deixou o Ceará à margem de alcançar o acesso à Série A de 2019. No primeiro duelo entre as duas equipes nesta Série B, o Vozão venceu por 2 a 1 dentro do Mangueirão.

Na próxima rodada, o Paysandu receberá o Santa Cruz às 16h30 (horário de Belém) deste sábado (18), na Curuzu, em Belém, com transmissão lance a lance pelo Portal ORM. O Ceará, por sua vez, visitará o Criciúma no Heriberto Hülse, às 19h30 (horário de Brasília) do mesmo dia.

1º tempo: a tal da 'bola parada', golaço e domínio cearense
Festa em preto e branco na Arena Castelão e o Ceará fez jus à sua torcida. O domínio do time de Marqcelo Chamusca foi notório e a priemira chance de gol apareceu ainda aoos sete minutos, em cabeceio de Roberto. A bola passou perto da trave direita de Emerson, que só observou.

Mais sete minutos e Pedro Ken resolveu arriscar de muito longe. A bola só parou no travessão! Um chutaço que só não melhor que o de Pio. Aos 16, o volante improvisado na lateral direita cobrou falta da intermediária e mandou à direita de Emerson, que não alcançou.

Aos 20 minutos, o tempo fechou após nova 'bola parada'. O goleiro Everson cobrou tiro de meta e os jogadores do Paysandu reclamaram que o goleiro teria chutado com o pé direito e, sem querer, tocou a redonda com o pé esquerdo. Houve confusão e troca de empurrões. Ao final, o árbitro conversou com os assistentes, advertiu Rodrigo Andrade (volante do Papão) e Ricardinho (meia do Ceará) e o jogo foi retomado.

Depois de então, o Paysandu conseguiu suas chances de empatar. A primeira aos 23, em cobrança de escanteio de Perí, que quase vira gol olímpico. O goleiro do Vozão sau de soco para afastar. Dois minutos depois, Ayrton bateu fechado em forma de cruzamento e o camisa 1 interviu novamente. Já aos 38, Jhonnatan recebeu lançamento de Fábio Matos na área e rolou para Rodrigo Andrade chutar colocado. Everson voltou a aparecer e defendeu com segurança.

2º tempo: Ceará fecha o placar e dupla 'fecha o tempo'
 O Paysandu até conseguiu a primeira chance da segunda etapa, em uma cobrança de falta de Ayrton que passou por todos os marcadores do Ceará e ficou para Bergson, na entrada da pequena área. O artilheiro do Bicola na temporada foi surpreendido e tocou fraco na redonda. Everson defendeu.

Aos 19 minutos, Pio foi para nova cobrança de falta em meio a gritos da torcida. A bola foi no canto de Emerson, que espalmou para a linha de fundo. Na cobrança do escanteio, Rafael Pereira disputou no alto e a bola sobrou para Elton, que empurrou para a rede, no minuto seguinte. Ceará 2 a 0!

Dois minutos depois, um desentendimento entre o zagueiro bicolor, Perema, e o atacante alvinegro, Elton, terminou com confusão. Os dois foram expulsos de campo. O volume de jogo caiu. Dez minutos depois, uma cobrança de escanteio cheia de veneno de Pio quase foi completada por Luiz Otávio, na pequena área. O zagueiro não alcançou. 

Aos 37, Maikon Leite foi acionado na direita e, diante da marcação do garoto Alan, de apenas 19 anos, girou e chutou forte. Emerson rebateu. Aos 41, outra falta de Pio e provocou apenas o susto. A bola passou à direita de Emerson.

Ficha técnica (Ceará 2 x 0 Paysandu)

Ceará - Everson; Pio, Rafael Pereira, Luiz Otávio e Romário (Rafael Carioca); Richardson, Pedro Ken (Raul) e Ricardinho; Roberto (Maikon Leite), Lima e Elton. Técnico: Marcelo Chamusca

Paysandu - Emerson; Ayrton, Perema, Rafael Dumas e Perí; Augusto Recife, Rodrigo Andrade (Anselmo), Jhonnatan e Fábio Matos (Welinton Junior); Bergson e Caion (Alan). Técnico: Marquinhos Santos

Gols: Pio 16'/1ºT e Elton 20'/2ºT (Ceará)
Cartões amarelos: Richardson, Pedro Ken e Ricardinho (Ceará); Ayrton, Perí, Augusto Recife, Rodrigo Andrade e Bergson (Paysandu)
Cartões vermelhos: Elton (Ceará) e Perema (Paysandu)

Local: Castelão (Fortaleza/CE)
Data: 14/11
Hora: 20h30 (horário de Belém)
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhaes - RJ (FIFA)
Assistentes: Rodrigo F Henrique Correa - RJ (FIFA) e Thiago Henrique Neto Correa Farinha - RJ (CBF)
Público: 45.197 (44.172 pag. e 1.025 cred.)
Renda: R$ 1.026.630,00



Nenhum comentário:

Postar um comentário