quarta-feira, 29 de novembro de 2017

UFPA divulga demanda de candidatos por curso

Ao todo 109.907 candidatos se inscreveram na seleção para concorrer às 5.908 vagas ofertadas.  Na tarde de ontem terça-feira (28), o Centro de Processos Seletivos (CEPS) da Universidade Federal do Pará (UFPA) divulgou a demanda de candidatos por curso no Processo Seletivo 2018. Ao todo 109.907 candidatos se inscreveram na seleção para concorrer às 5.908 vagas distribuídas em 177 cursos de graduação. Das inscrições, 19.148 são alunos não cotistas e 90.759 são de cotistas.
Entre os candidatos que disputarão às vagas reservadas às cotas, a maior concorrência está em cursos ofertados na capital paraense. Educação Física é o de maior demanda, com 143 candidatos por uma vaga. Em seguida, está o curso de Nutrição, com 128,81 candidatos para cada uma das 32 vagas.

Já o bacharelado em Fisioterapia tem demanda de 128,07 candidatos por vaga, seguido do de Psicologia, com 127,67 candidatos por vaga, e de Enfermagem, com 120,53 candidatos pela disputa de apenas uma vaga.

Já entre os não cotistas, a maior concorrência em Belém fica com o curso de Medicina, com a disputa de 48,19 candidatos na concorrência de uma vaga, das 135 ofertadas. Em segundo lugar, está o curso de Psicologia, com 37,25 candidatos para 24 vagas. 

Em seguida, estão os cursos de Direito, com 34,75 candidatos por vaga; Fisioterapia, com 33,07 candidatos para cada vaga e Nutrição, com 27,50 candidatos por vaga.

INTERIOR DO ESTADO
Já na Grande Belém, Castanhal, no nordeste paraense, registra a maior concorrência com curso de Medicina Veterinária tanto entre cotistas quanto entre não cotistas, com 91,17 e 25,50 por vaga, respectivamente. 

A demanda também é considerável para os cursos de Licenciatura em Pedagogia entre cotistas, com 87,69 por vaga. Já entre não cotistas, Educação Física, com 6,69 por vaga, e Engenharia da Computação, com 6,42, estão na frente na concorrência. 

Nos demais campi, o curso mais concorrido entre cotistas foi Pedagogia, em Abaetetuba, com 90,56 candidatos por vaga; em Cametá, com 70,94 candidatos por vaga; e em Breves, com 69,81 candidatos para concorrer a cada vaga ofertada. 

Entretanto, entre não cotistas, os cursos em destaque são Medicina, em Altamira, com 17,70 candidatos por vaga; Pedagogia, em Breves, com 5,63 candidatos por vaga; e Ciências Biológicas, em Bragança, com 4,31 candidatos para cada vaga.                    
PCD

Já entre os candidatos com deficiência, os cursos mais disputados em Belém são Medicina, com 84 candidatos para cada vaga; Educação Física com 44 por vaga e Direito, com 40 candidatos por vaga. Enquanto isso, no Campus de Altamira, o curso mais concorrido é Medicina, com 18 por vaga; em Castanhal, Medicina Veterinária, também com 18 por vaga e, em Abaetetuba, licenciatura em Pedagogia, com 14 candidatos por vaga.

Dentre os cursos de menor concorrência entre os cotistas estão Geofísica , com 3,19 candidatos por vaga em Belém; Física, em Salinópolis, com 6,80 candidatos por vaga; Geografia, em Altamira, com 6,19; e  Física, em Curuçá, com 3,38. 

Entre os não cotistas, o curso menos concorrido em Belém, é Letras - Língua Alemã (0,60); Química (0,38) e Física  (0,25) em Curuçá ; Matemática, em Salinópolis (0,30). (ORM)
Confira a demanda completa aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário