coluna 3

Coluna 2

Coluna 1

sexta-feira, 15 de dezembro de 2017

Oficiais e delegados concluem cursos de especialização em Belém

O Instituto de Ensino de Segurança do Pará (Iesp) formou 169 oficiais, entre eles delegados de Polícia Civil, na tarde de ontem quinta-feira (14), no Curso Superior de Polícia e Bombeiro Militar e nos Cursos de Aperfeiçoamento de Oficiais da Polícia Militar e de Oficiais Bombeiros Militar. O evento ocorreu no Teatro Maria Sylvia Nunes, da Estação das Docas.
O curso superior de Polícia e Bombeiro Militar tem título de especialização em Gestão Estratégica e Defesa Social, iniciou em fevereiro deste ano, com carga horária total de 380 horas/aula, concluídas em dez meses, e contou com a participação de oficiais superiores da Polícia Militar do Pará, do Corpo de Bombeiros Militar do Pará e do Maranhão e de delegados da Polícia Civil do Pará, com total de 81 concluintes.

O Curso de Aperfeiçoamento de Oficiais tem como objetivo formar adequadamente profissionais da área de segurança pública, tendo em vista a atual complexidade da sociedade brasileira e seus múltiplos problemas referentes às questões sociais, econômicas e políticas. 

A cada ano, o curso avança no sentido de promover uma educação cada vez mais integrada e que contemple as vertentes éticas, políticas, administrativas, jurídicas e operacionais da atuação desses profissionais.

A turma do Curso de Aperfeiçoamento de Oficiais PM, com título de especialização em Defesa Social e Cidadania, tem carga horária total de 400 horas/aula, concluídas em dez meses. Contou com a participação de oficiais intermediários da Polícia Militar do Estado do Pará, num total de 55 concluintes.

A turma do Curso de Aperfeiçoamento de Oficiais BM, com título de especialização em Defesa Social e Cidadania, contou com a participação dos Corpos de Bombeiros Militar do Estado do Pará e do Maranhão, com total de 33 concluintes.

O secretário de Estado de Segurança Pública, Jeannot Jansen, declarou que o curso significa a maturidade dos oficias e delegados de polícia e que eles estão aptos a desempenhar funções em outro nível. “A segurança pública será renovada com a presença destes policiais em suas unidades e delegacias”, comentou.

O delegado geral Rilmar Firmino, por sua vez, explicou que o curso é um dos requisitos para o delegado almejar a última classe (D) e destinado a policiais com aproximadamente 15 anos de carreira. “Acima de tudo é um curso voltado para a gestão, que trará profissionais capacitados ao planejamento da segurança no Estado”, falou.

O comandante geral do Corpo de Bombeiros do Pará, coronel Antônio Zanelli, ressalta que os cursos trazem o fortalecimento administrativo e uma visão estratégica. “Que eles possam desenvolver a gestão para que a instituição cresça no rumo certo e quem ganha com isso é a sociedade paraense”, declara.

O Iesp promove a formação técnico-profissional, graduação, qualificação permanente em nível de aperfeiçoamento e pós-graduação aos agentes do Sistema de Segurança Pública e Defesa Social (Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, Departamento de Trânsito, Superintendência do Sistema Penitenciário e Centro de Perícias Científicas). O Instituto mantém parcerias e convênios com instituições de ensino superior de todo o país, autorizados por órgãos competentes, nas modalidades de ensino presencial e à distância.

“O curso fomenta a pesquisa científica em segurança pública, além de permitir o planejamento estratégico. O Iesp cumpre sua missão de contribuir com a formação destes profissionais com uma estrutura que é referência nacional em segurança pública”, destacou o diretor do Iesp, coronel Alisson Monteiro.
Por Márcio Flexa - Agência Pará

Nenhum comentário:

Postar um comentário