terça-feira, 30 de janeiro de 2018

Agenda do dia: veja o que você precisa saber hoje terça feira (30)

Morte após vacina da febre amarela
Um menino de 3 anos e meio morreu sete dias depois de ter tomado a vacina contra a febre amarela. A informação foi confirmada por familiares e pelo Hospital e Maternidade Renascença, de Osasco, na Grande SP. (Via Veja São Paulo)
Vídeo de Cristiane Brasil


Bolsas de estudo do ProUni
Os interessados em tentar uma bolsa de estudos pelo Programa Universidade para Todos (ProUni) já podem consultar as vagas que estarão disponíveis no processo seletivo do primeiro semestre de 2018. O programa oferece bolsas de estudo integrais e parciais (50%) em instituições privadas de educação superior. (Guia do Estudante)

CE tem protesto e presos por chacina
Moradores da região de Cajazeiras, em Fortaleza, fizeram um protesto na segunda-feira por conta da chacina que deixou 14 pessoas mortas e outras 16 feridas, no último sábado (27), no bairro. Ainda ontem, sete pessoas foram presas suspeitas de ligação com o caso. Elas estavam com armas e munições durante o enterro de uma mulher. (Via Notícias ao Minuto)

PM atira e mata colega ao confundi-lo
Um policial militar de folga atirou em um colega de profissão, que também estava de folga, e o matou na manhã de segunda-feira após confundi-lo com um assaltante em Guarulhos (SP). A Polícia Civil informou que o caso será investigado por meio de inquérito. (Via Estadão)

Triplex vai a leilão

Vice-diretor do FBI pede demissão 
O vice-diretor do FBI, Andrew McCabe, criticado pelo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, por suposta parcialidade contra Trump e a favor da candidata democrata da eleição de 2016, Hillary Clinton, pediu demissão como autoridade número 2 da agência. (Via Reuters)

Preço da gasolina sobe pela 13ª semana 
Dados divulgados pela  Agência Nacional do Petróleo mostram que o preço médio da gasolina nos postos do País subiu pela 13ª semana consecutiva. O valor médio do litro pago para o consumidor passou de R$ 4,194 para R$ 4,198. (Via Agência Brasil)

Reforma da Previdência
A três semanas da data marcada para a votação da reforma da Previdência na Câmara dos Deputados, o governo não tem os votos necessários para aprovar a proposta, admite o ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun. Ele ressaltou, porém, que está confiante no apoio dos deputados. (Via VEJA.com)

Nenhum comentário:

Postar um comentário