terça-feira, 2 de janeiro de 2018

São Félix no Pará: bebê de um ano deixada sozinha em casa pela mãe morre em incêndio

 Mãe de 19 anos teria ido a uma festa de ano novo e deixado a criança trancada em casa. Menina foi carbonizada. O primeiro dia de 2018 amanheceu com uma trágica notícia para os habitantes de São Félix do Xingu, sudeste paraense. Uma criança de um ano e dez meses morreu em um incêndio na comunidade Vila Taboca, zona rural do município. A mãe teria saído para ir a uma festa e deixado a menina desacompanhada e trancada em casa. Após o início do fogo, mesmo com o desespero dos vizinhos, a criança não sobreviveu.

Segundo o sargento Lopes, oficial do 36º Batalhão da Polícia Militar (BPM), o incêndio foi por volta de 2h30 da manhã de ontem segunda-feira (1º). As causas do fogo ainda são desconhecidas, mas segundo informações de pessoas que residiam próximo da casa, a mãe da criança tinha costume de colocar panos enrolados na lâmpada para escurecer o quarto, o que pode ter iniciados as chamas. Após várias tentativas de entrar na casa, a menina de um ano e dez meses foi completamente carbonizada.

"Populares chegaram no local juntamente com nossa guarnição,  mas nada pôde ser feito", lamentou o sargento Lopes, que atendeu à ocorrência. A casa de madeira foi consumida pelas chamas muito rapidamente, para tristeza de quem tentava socorrer a vítima.

Localizada pouco antes do amanhecer pela guarnição do 36º BPM, Arliane da Silva Montes, de 19 anos de idade, foi presa em flagrante. A mãe foi encaminhada à Delegacia de São Félix do Xingu, onde foi autuada pelo crime de homicídio culposo pelo delegado José Carlos, policial civil de plantão na unidade. Segundo o delegado, os restos mortais da criança também já foram levados pela equipe de perícia criminal para os exames necrológicos. (ORM)

Nenhum comentário:

Postar um comentário