quarta-feira, 14 de fevereiro de 2018

Mais um policial militar é assassinado e RJ chega ao dobro de mortes do Pará

Sargento Fábio Miranda Silva estava de folga quando foi atingido por bandidos na tarde de ontem(13). O PM não deixa de ser PM por estar sem farda. Assim como no último caso de policial militar assassinado no Pará, o Rio de Janeiro teve registro de mais um óbito na corporação enquanto o militar estava de folga. O sargento Fábio Miranda Silva foi ferido por criminosos, no bairro do Méier, na zona norte da 'Cidade Maravilhosa'. Teria sido uma tentativa de assalto.

O assassinato do sargento fez com que o Rio de Janeiro passasse a ter o dobro da quantidade de policiais assassinados no Pará, ou seja, 16 cariocas e oito paraenses. Para a vice-presidente da Associação das Esposas dos Praças, Gislene Santos, uma realidade que mostra a aflição que policiais e familiares vivem diariamente em todo o país.

'Nossa vida agora é contabilizar as mortes dos nossos guerreiros, infelizmente! Só aqui no Pará foram oito PMs, um guarda municipal, dois agentes penitenciários e um agente da Semob. No ano passado todo, foram 34 policiais militares entre 44 agentes de segurança pública. Onde vamos parar?', indagou.

No último caso de morte em Belém, o sargento Washington Luiz do Rosário foi morto com pelo menos cinco tiros na frente da filha e na porta de casa, na travessa Humaitá, no bairro da Pedreira. Ninguém foi preso. (ORM)

Nenhum comentário:

Postar um comentário