quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018

Remo toma virada e é eliminado pelo Internacional na da Copa do Brasil

Goleada? O favoritismo do Internacional (RS) ante ao Remo foi sacramentado pela classificação à segunda fase da Copa do Brasil, mas não houve supremacia colorada em campo. O placar de 2 a 1 manteve os gaúchos vivos na competição, na noite de ontem quarta-feira (21), no Mangueirão, em Belém. O Remo começou o jogo muito bem e conseguiu abrir o placar aos 19 minutos de bola rolando, com Felipe Marques. Ainda na primeira etapa, porém, Leandro Damião empatou aos 25 minutos e, cinco minutos depois, Edenílson virou o placar.
O Leão segue em Belém para pensar exclusivamente no campeonato paraense, por onde voltará a jogar neste sábado (24), às 18h30, no mesmo Mangueirão, contra o Cametá. Enquanto isso, o Inter aguardará o vencedor de Criciúma (SC) e Cianorte (PR) para saber quem enfrentará na terceira fase da Copa do BR.

1º tempo: Remo abre placar, empolga e toma virada em cinco minutos
No espírito do 'tudo ou nada', o Remo começou o jogo com postura de 'quem manda aqui sou eu'. O Internacional tentava cadenciar, especialmente, com D'Alessandro, que recebia marcação individual de Felipe Recife. Aos 18 minutos, Jefferson Recife cobrou falta da direita, Bruno Maia desviou e Geandro apareceu sozinho na entrada da pequena área para cabecear torto pela linha de fundo.

O lance de ataque foi o suficiente para levantar a torcida azulina, que explodiu no minuto seguinte, com o golaço de Felipe Marques. O atacante recebeu na esquerda, entrou na área, deixou Dudu no gramado e bateu colocado para encobrir Marcelo Lomba. A bola ainda 'beijou' o travessão e encontrou a rede. Remo 1 a 0!

A resposta do Inter foi imediata. Aos dois minutos, D'Alessandro chutou da entrada da área e Vinícius espalmou para longe. Aos 25, porém, não teve Vinícius para salvar o Remo. D'Ale cobrou falta com rapidez e lançou Nico López na ponta esquerda. Ele cruzou rasteiro para a pequena área e Leandro Damião só empurrou para o empate gaúcho.

O Internacional ganhou a redonda no meio e Iago recebeu na esquerda e saiu como quis de Levy junto à linha de fundo. O lateral colocou na área e. A zaga tentou cortar, mas a bola sobrou para Edenílson, que, sozinho, encheu o pé e sacramentou a virada colorada.
Já aos 46 minutos, o time de Odair Hellmann ainda colocou a redonda dentro do gol de Vinícius pela terceira vez, com Victor Cuesta. Mas o lance já havia sido anulado por falta de ataque do Internacional.

2º tempo: Inter cansa, Remo toma conta, mas peca em finalização
Na volta para o segundo tempo, o Leão tentou repetir o ritmo apresentado no início do confronto, mas foi o Inter quem conseguiu chegar com perigo. Edenílson recebeu na entrada da área e apostou a tabela com Leandro Damião. O camisa 8 entrou na área remista e chutou colocado, mas pela linha de fundo, aos 16. No minuto seguinte, o Remo conseguiu rebater com Isac, que recebeu na entrada da área e bateu forte pela linha de fundo.

Em um lance de desatenção remista. Patrick lançou Iago na área azulina e chutou forte para a boa defesa de Vinícius. Na sequência, o Remo tentou sair em velocidade e o erro de passes deixou a redonda no pé de D'Alessandro, que colocou para Patrick cruzar na cabeça de Leandro Damião. O camisa 9, porém, mandou pela linha de fundo.

Em estocada pela direita, o Remo tentou com Adenílson, que lançou Isac na área. O capitão azulino escorou para a chegada de Fernandes, que tentou o chute de primeira e furou. Restou aos colorados a espera pelo apito final. Os jogadores apresentavam cansaço e o Leão foi para a última grande aposta. Elielton recebeu na direita, puxou para o meio, tirou de quatro marcadores e chutou fraco, mas para fora, aos 30.

No final, o time gaúcho ainda teve uma chance em uma arrancada de Edenílson, que lançou Juan. O garoto entrou na área remista, tirou de Bruno Maia com categoria e chutou, mas a bola amorteceu em Mimica e ficou 'na boa' para Vinícius defender.

Ficha técnica (Remo 1 x 2 Internacional)
Remo - Vinícius; Levy (Adenílson), Mimica, Bruno Maia e Esquerdinha; Felipe Recife, Geandro (Dudu), Fernandes e Jefferson Recife (Elielton); Felipe Marques e Isac. Técnico: Ney da Matta

Internacional - Marcelo Lomba; Dudu (Gabriel Dias), Klaus, Victor Cuesta e Iago (Uendel); Rodrigo Dourado, Edenílson, Patrick (Juan) e D'Alessandro; Nico López e Leandro Damião

Gols: Felipe Marques 19'/1ºT (Remo), Leandro Damião 25'/1ºT (Internacional) e Edenílson 30'/1ºT (Remo)
Cartões amarelos: Mimica, Felipe Recife e Geandro (Remo); Gabriel Dias, Klaus, Edenílson, Patrick e Nico López (Internacional)
Cartão vermelho: Nico López (Internacional)

Data: 21/02
Hora: 19h30
Local: Mangueirão (Belém/PA)
Árbitro: Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza - SP (CBF)
Auxiliares: Alex Ang Ribeiro - SP (CBF) e Bruno Salgado Rizo - SP (CBF)
Público: 15.331 (13.626 pag., 2.166 sócios e 1.705 cred.)
Renda:  R$ 358.070,00

Nenhum comentário:

Postar um comentário