coluna 3

Coluna 2

Coluna 1

sexta-feira, 30 de março de 2018

Estado e Prefeitura investirão na melhoria portuária em Santarém

O Governo do Pará, por meio da Companhia de Portos e Hidrovias (CPH), e a Prefeitura de Santarém, no oeste paraense, firmaram ontem quinta-feira (29) dois importantes Termos de Cooperação Técnica para viabilizar melhorias em estruturas portuárias. O primeiro contempla o projeto de reforma e adequação do Terminal Hidroviário de Passageiros, localizado na Vila de Alter do Chão. O segundo diz respeito à elaboração de projeto de engenharia civil e naval para a construção do Terminal Hidroviário de Passageiros e rampa em concreto armado para operação e cargas gerais, na comunidade rural de Aninduba, à margem do Rio Amazonas.
De acordo com o presidente da CPH, Alexandre Von, além dos investimentos já em curso no município, a Companhia trabalha para que nos próximos dois anos Santarém ganhe novas estruturas portuárias. "A CPH está investindo em dois terminais hidroviários, o de Santana do Tapará e, no início de março, iniciou efetivamente a obra do Terminal de Santarém. Os dois somados representam em torno de R$ 63 milhões em investimentos.

Os Termos de Cooperação Técnica que firmamos hoje são para dois novos terminais, que a gente espera que possam ser construídos nos próximos dois anos em Santarém", informou Alexandre Von.

Os Termos de Cooperação assinados vão viabilizar a elaboração dos estudos de concepção do projeto, projeto básico e projeto executivo. "Para que possamos conhecer o valor do investimento necessário pra recuperar a estrutura do Terminal Hidroviário de Alter do Chão, e outro é pra construir o novo Terminal Hidroviário de Aninduba, que vai permitir que tenhamos um importante investimento em infraestrutura portuária nessa rota que liga Santarém a Juruti (município da região). 

A expectativa é que em 2018 a gente elabore os projetos, conheça os valores, para que em 2019 e 2020 tenhamos as obras beneficiando a população", acrescentou o presidente da CPH.

Crescimento da demanda - O prefeito de Santarém, Nélio Aguiar, enfatizou a importância de melhorar a estrutura portuária do município, em virtude da demanda crescente de embarcações. "Temos a cada ano uma demanda crescente de embarcações e precisamos, realmente, atender com a qualidade de uma boa estrutura portuária, tanto em Alter do Chão, que recebe uma quantidade grande de turistas, quanto em Aninduba, que aumentou muito o movimento de carros, carretas e cargas, trazendo grande desenvolvimento à região do Lago Grande e até mesmo ao município vizinho, Juruti. 

Por isso, é importante a assinatura desse Termo de Cooperação, pois apesar de ser um passo inicial, ter o projeto básico e o projeto executivo é essencial para buscarmos o recurso financeiro, até chegar o momento da construção dos portos", destacou o prefeito.

Alexandre Von e sua equipe também participaram de uma audiência, na sede do Ministério Público Estadual, em Santarém, quando a CPH prestou contas do investimento feito pelo governo do Estado na construção de sete terminais hidroviários de passageiros e cargas - localizados em Curuá, Almeirim, Prainha, Terra Santa, Faro, Santana do Tapará e Santarém -, além de detalhar o cronograma da construção do Terminal Hidroviário de Santarém, cujas obras já foram iniciadas, com previsão de conclusão em agosto de 2019.
Por Samuel Alvarenga - Agência Pará

Nenhum comentário:

Postar um comentário