quarta-feira, 18 de abril de 2018

Candidatos a agentes participam de capacitação penitenciária em Santarém

Os novos servidores vão trabalhar no novo Centro de Recuperação Feminino. Mais de 250 pessoas se candidataram para concorrer a uma das 37 vagas de agentes penitenciários, ofertadas no Processo Seletivo Simplificado (PSS), da Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe). Os novos servidores vão trabalhar no novo Centro de Recuperação Feminino (CRF Santarém), em Santarém, no oeste do Estado que deve ser ativado até o final deste mês.
O processo seletivo foi organizado pela Escola de Administração Penitenciário (EAP) da Susipe e contou com três fases: inscrição, análise curricular e pesquisa social. O curso de treinamento dos candidatos é realizado em Santarém.

O treinamento consiste em aulas teóricas e práticas, somando uma carga horária de 50 horas. Nas aulas práticas, os candidatos fizeram um Teste de Aptidão Física (TAF), em que é verificada a pressão arterial e atestada as condições de saúde de cada candidato, logo após eles são submetidos a testes de flexo extensão e corrida. Houve também uma prova contendo 25 questões objetivas e 1 subjetiva. Os candidatos aprovados em todas as fases devem assumir ainda no mês de abril de 2018.

“O processo foi finalizado com o treinamento básico de agentes penitenciários, onde eles aprendem sobre a lei de execução penal, conhecem como ter o trato com o preso diariamente, as rotinas no cárcere e na área administrativa e também o mais importante, é que eles terão noção de como funciona o sistema penitenciário”, destacou Renan Maia, da EAP.

O instrutor do curso para agentes penitenciários em Santarém foi o Major Cleverton Firmino, diretor do Centro de Detenção Provisório de Icoaraci (CDPI). Para ele o curso é de extrema importância para quem pretende trabalhar no sistema penitenciário.

“Eles vão lidar com a violência diariamente, dentro e fora do ambiente de trabalho, então é preciso estar preparado para as diversas situações. O curso dá dicas de segurança e faz uma reflexão sobre os riscos inerentes à atividade no sistema penitenciário, assim como o discernimento para escolher de forma prudente os locais a serem frequentados”, explicou o major.

Como último estágio das aulas práticas, os candidatos fizeram uma visita técnica nas unidades do Complexo Penitenciário de Santarém. A ideia é a de que possam entender como funcionará a operacionalização e funcionamento de um presídio. 

Eles também já tiveram uma aula monitorada no próprio Centro de Recuperação Feminino que foi inaugurado no inicio do mês. Agora devem esperar a homologação do resultado final do processo seletivo que será divulgado no site processoseletivo.susipe.pa.gov.br. (Agência Pará)

Nenhum comentário:

Postar um comentário