coluna 3

Coluna 2

Coluna 1

terça-feira, 10 de abril de 2018

Segunda-feira sangrenta: nove crimes entre Belém e Região Metropolitana

Mais uma chacina foi registrada na Região Metropolitana de Belém. Pelo menos nove assassinatos, todos com as mesmas características, ocorreram durante toda a tarde de ontem segunda-feira (09), alguns até no mesmo instante e na mesma localidade, separados por poucos metros de distância. As execuções aconteceram nos bairros do Distrito Industrial, 40 Horas, Cidade Nova e Icuí-Guajará, no município de Ananindeua, e no Satélite e Tapanã, em Belém. 
Uma das linhas de investigação apontam que os assassinatos em série seriam retaliações à morte recente do policial Ivaldo Joaquim Nunes da Silva, morto com um tiro no início da tarde de hoje, no bairro da Sacramenta, pouco tempo antes das execuções começarem.

A Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup) informou que diante dos nove homicídios ocorridos na tarde desta segunda-feira, instalou um gabinete especial de situação com os comandos de policiamento Civil e Militar para reforçar o policiamento em Belém e Região Metropolitana. 

O reforço policial já está contando com militares do Comando de Missões Especiais. Também estão nas ruas o militares do Batalhão de Choque, da Companhia Independente de Operações Especiais e a Ronda Ostensiva Tática Metropolitana. 
A Segup disse, também, que vai informar, na manhã desta terça-feira o detalhamento e as novas estratégias deste reforço. 

A Polícia Civil também já está atuando no caso, apurando as circunstâncias das mortes. Qualquer informação pode ser repassada pela população através do Disque-Denúncia, pelo número 181. A identidade é preservada em absoluto sigilo.

*Mais detalhes sobre a chacina desta segunda-feira (09) na edição desta terça (10) dos jornais O Liberal e Amazônia. (ORM)

Nenhum comentário:

Postar um comentário