coluna 3

Coluna 2

Coluna 1

terça-feira, 22 de maio de 2018

Governador recebe deputados federais de comissões de Direitos Humanos e Minorias

O governador Simão Jatene recebeu na manhã desta terça-feira, 22, três deputados integrantes de comissões especiais da Câmara Federal. No encontro, os deputados ouviram do governador todas as medidas tomadas para resolver o problema da crise nacional de violência, com consequências no estado, além de medidas sócio-ambientais relacionadas ao lixo urbano e ao acidente provocado pela empresa Hydro, em Barcarena, na região nordeste do Estado.
Os deputados Nilto Tatto (PT/SP), Luiz Couto (PT/PB) e João Daniel (PT/SE) integrantes, respectivamente, das comissões de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável; Direitos Humanos e Minorias e; Desenvolvimento Urbano foram recebidos pelo governador e secretários de estados ligados às áreas de segurança, direitos humanos e meio ambiente.

O problema da criminalidade no estado, reflexo de uma crise nacional, abriu os debates a partir de colocações do deputado Luiz Couto. A ele, o governador apresentou as medidas que o estado vem tomando para combater o problema, como o aumento no número de policiais militares e civis a serviço da população; reforço na frota de veículos e destinação de casas a policiais que vivem em áreas de risco, entre outras determinações.

Jatene mostrou ainda ao parlamentar que o Pará é hoje referência no serviço de proteção a testemunhas e pessoas ameaçadas. “Mesmo não tendo, muitas vezes, a contrapartida do Governo Federal, nós garantimos os programas com verbas próprias”, disse o governador. “O governo do Pará, como outros governos estaduais, muitas vezes é responsabilizado por falhas que vêm do governo federal”, disse o deputado Luiz Couto. “O Incra (Instituto de Colonização e Reforma Agrária), por exemplo, é um órgão que pouco trabalha pela reforma agrária no Brasil e isso impacta profundamente nos casos de violência no campo”, concluiu o deputado.

O segundo tema do encontro foi a destinação do lixo urbano da Região Metropolitana de Belém. O governador explicou aos deputados o porquê do estado ter precisado intervir na situação, diante de uma série de irregularidades encontradas na prestação do serviço. As medidas emergenciais e outras de médio e longo prazos tomadas pelo estado, inclusive na esfera judicial, foram mostradas quanto ao caso da mineradora Hydro, responsável por um acidente ambiental no município de Barcarena, no nordeste paraense.

“As exigências feitas pelo estado à empresa vão mais que solucionar o problema”, disse o governador. “Elas vão impedir que problemas desse tipo se repitam, não apenas em Barcarena, mas em outras áreas que abrigam projetos desse tipo”, completou Simão Jatene. 
 
Para o governador, “não é possível acreditar que, com a tecnologia de hoje, não se tenha uma solução para o problema dos rejeitos”, pontuou. “Temos um Parque de Ciência e Tecnologia, aqui mesmo no estado, pronto para receber e trocar ideias com técnicos e cientistas do mundo todo, inclusive da própria Hydro, buscando uma solução definitiva”, concluiu o governador.
Por Pascoal Gemaque- Agência Pará

Nenhum comentário:

Postar um comentário