domingo, 1 de julho de 2018

Paysandu perde para o Fortaleza e é vaiado pela torcida

O Paysandu perdeu para o Fortaleza por 3 a 0 ontem sábado (30), no Mangueirão, em Belém, em partida válida pela 13ª rodada da Série B. Com chances de se aproximar do G4 da competição, a derrota causou revolta da torcida bicolor presente no estádio. Minutos antes do apito final, o time foi vaiado.
Mesmo derrotado, até o fechamento da rodada, o Papão permanece na 11ª colocação, com 17. Enquanto o Tricolor segue líder, com 29 pontos, e ampliar a distância para o segundo colocado. Agora a diferença 5 pontos para o vice-líder Avaí.

O próximo desafio do Bicola é contra a equipe do Coritiba, na quarta-feira (4), às 18h, no estádio Couto Pereira. Já o Fortaleza visita a Ponte Preta no domingo (8), às 18h, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas.

Primeiro tempo
O jogo começou animado com as duas equipes buscando e criando boas chances de gol. Logo aos 4 minutos, na cobrança de falta de Marlon, a bola foi alçada na área bicolor e sobrou para Wilson, que chutou, mas pegou mal na hora do chute. O Paysandu respondeu no minuto seguinte, pela esquerda, Thomaz arrancou, se livrou da marcação tricolor e chutou cruzado para ótima defesa do goleiro do Fortaleza.

Na bola parada aos 8, Dionathã bateu falta pelo lado esquerdo, a bola passou pela barreira, bate no gramado e foi no canto esquerdo do gol, mas o goleiro Marcelo Boeck afastou para a linha de fundo. Em novo ataque do Papão aos 11, Thomaz recebeu bola espirrada na esquerda, ajeitou para o meio, chutou de perna direita, mas a redonda foi para fora.

Aos 28, em cobrança de escanteio, a bola sobrou para Thomaz que ajeitou e caprichou no chute, mas a bola subiu um pouco além da conta, passando sobre o gol do arqueiro tricolor. Nos 33, Moisés recebeu de Cáceres na direita, encarou a marcação de Pablo, chutou forte cruzado e a bola saiu pela linha de fundo.

Em boa trama até o ataque, aos 38, o lateral Bruno Melo, do Fortaleza, recebeu um passe na medida de Felipe na ponta esquerda, ele dominou e bateu entre as pernas do goleiro Renan Rocha! O Leão do Pici abriu o placar no Mangueirão.

Segundo tempo
No início da segunda etapa, o Paysandu teve chance de gol na bola parada. Aos 3, em cobrança de escanteio, Claudinho recebeu bola espirrada na área, sem marcação, e chutou de bico, Marcelo Boeck conseguiu defender. A equipe adversária tratou de responder dois minutos depois, Derley recebeu de Dodô na esquerda, ajeitou pro meio e chutou forte de perna direita, mas a bola passou longe do gol.

Dionathã tentou mudar o placar em duas chances de ataque. Na primeira, aos 7, o atacante do lado direito, ele arriscou o chute colocado, mas a bola saiu pela linha de fundo. Já aos 10, de

Nos 30, Mateus Muller arriscou o chute de longe, a bola foi desviada, mas o goleiro do tricolor encaixou a defesa. Aos 32, Claudinho recebeu de Pedro Carmona na entrada da área, ele dominou e puxou de bicicleta, mas a bola saiu pelo lado esquerdo do gol. Seria um golaço do time do Paysandu.

Ficha técnica (Paysandu 0 x 1 Fortaleza)

Paysandu - Renan Rocha, Matheus Silva, Edimar, Fernando Timbó, Carlinhos (Mateus Muller), Renato Augusto, Cáceres (Pedro Carmona), Dionathã (Renan Gorne), Thomaz, Claudinho, Moisés: Dado Cavalcanti
Fortaleza - Marcelo Boeck, Pablo, Roger Carvalho, Adalberto, Ligger, Bruno Melo, Derley, Felipe, Marlon (Igor Henrique), Dodô (Minho), Wilson (Wesley): Rogério Ceni

Gol: Bruno Melo 38'/1ºT  (Fortaleza)
Cartões amarelos: Derley (Fortaleza)

Hora: 20h30
Local: Mangueirão (Belém-PA)
Árbitro: Eduardo Tomaz de Aquino Valadão
Assistentes: Edson Antônio de Sousa e Hugo Savio Xavier Corrêa

Nenhum comentário:

Postar um comentário