segunda-feira, 23 de julho de 2018

Remo bate o Confiança em Aracaju e fica perto de escapar da zona de rebaixamento

Gabriel Lima fez os dois gols da vitória remista sobre o Dragão sergipano. Qual a força dos números no futebol? Enquanto matemáticos recorrem à calculadora, o Remo derrubou as probabilidades e conseguiu quebrar o Confiança (SE) com um placar de 2 a 0, em pleno Batistão, em Aracaju (SE), pela 15ª rodada da Série C do campeonato brasileiro. A vitória remista tinha somente 26,7% das probabilidades de sites especializados em estatísticas esportivas, como o Chance de Gol, e, de fato, provocou o improvável: oportunidade real de o clube sair da zona de rebaixamento da competição já na próxima rodada.
A vitória foi construída com o oportunismo e a coragem de finalizar do atacante Gabriel Lima. O garoto de apenas 21 anos abriu o placar aos sete minutos, após jogada de passes de primeira envolvendo Nininho, Rodriguinho e Eliandro, e conseguiu ampliar aos 35 em cruzamento rasteiro de Fernandes. O camisa 7 chegou batendo forte para estufar as redes do goleiro Genivaldo.

O jogo foi marcado pela leveza remista em campo diante de um Confiança travado pela pressão exercida pela própria torcida sergipana, por conta da sequência que, hoje, chegou a oito partidas sem ganhar na competição. O Leão continua na lanterna, mas a somente dois pontos de deixar a zona de rebaixamento. Para o Dragão, a derrota tirou o time do G4 e o empurrou para a sexta colocação, com 19 pontos.

Cheio de esperança, o time do técnico interino João Neto - o Netão - voltará a Belém para receber o ABC - do atacante que passou pela dupla Re-Pa, Leandro Cearense -, às 19h deste domingo (29), no Mangueirão. O Confiança, por sua vez, deixará a capital sergipana para se afastar da pressão e tentar arrancar pontos do concorrente direto pelo retorno ao G4, o Santa Cruz, às 20h30 do sábado (28), no Arruda, em Recife (PE).

1º tempo: Leão imponente e Dragão engolido
O Remo entrou em campo preparado para uma pressão do Confiança, mas acabou tendo tanto espaço para jogar que foi atacando. Rodriguinho e Fernandes pela esquerda e Nininho e Gabriel Lima pela direita tentavam provocar dores de cabeça à defensiva sergipana. Deu certo! Aos sete minutos, Rodriguinho apareceu na direita, recebeu de Nininho e deixou para Eliandro, que tocou para Gabriel Lima finalizar (tudo isso de primeira). A bola passou por baixo do goleiro Genivaldo e foi para a rede. Remo 1 a 0!

O Confiança, pressionado e abatido, tentou criar algo com chutes de média e longa distância do ex-Paysandu, Raí, mas sem sucesso. Aos 25 minutos, uma nova estocada remista e Dedeco lançou Eliandro, que entrou livre pela direita, pisou na área, limpou a marcação de Rodolfo e chutou de canhota. O goleiro Genivaldo esticou o braço direito e conseguiu espalmar. A sobra ainda ficou com o camisa 9 remista e foi tocada para Dedeco, que dominou com dificuldade e bateu por cima do travessão.

Os donos da casa seguiam sem quaisquer alternativas de infiltração. O Leão estava fechado pelo meio com Vacaria, Dudu e Dedeco, além de trancado pelas pontas com Nininho e Fernandes. A entrega do Leão na defesa rendeu fruto no ataque. Aos 35, uma bola roubada no meio ficou no pé de Rodriguinho, que lançou Fernandes na ponta. O camisa 6 alcançou e cruzou rasteiro para a chegada de Gabriel Lima. De primeira, o atacante mandou para a rede e ampliou. Remo 2 a 0!

A única boa chance dos donos da casa no primeiro tempo só ocorreu aos 38 minutos, quando Rafael Vila recebeu na direita, olhou para a área e cruzou. O atacante Léo Ceará mergulhou e testou com estilo, mas sem direção. A redonda saiu perigosamente por cima do travessão de Vinícius.

2º tempo: desespero do Confiança e segurança remista

Com duas alterações na volta do intervalo, o Confiança tentou mudar a atmosfera da partida e se jogou ao ataque. Aos quatro minutos, Radar cruzou na área do Remo, Vinícius afastou de soco e a sobra caiu no pé de Rafael Vila. O meia do Confiança bateu de primeira e só não festejou o gol porque a zaga remista desviou pela linha de fundo. Aos 11, Tito cobrou falta de média distância e mandou perto da trave do Leão. 

O Remo continuava com a mesma estratégia de esperar o adversário e sair em velocidade. Em uma dessas subidas, conseguiu uma falta perto da área. Rodriguinho bateu com categoria. A bola desviou na barreira e obrigou Genivaldo mostrar elasticidade para afastar, aos 27. Dois minutos depois, quem teve de mostrar habilidade foi o sistema cardíaco dos torcedores dos dois clubes. Léo Ceará caiu na área do Remo e o árbitro Bruno Rezende Silva (AB/GO) marcou a penalidade. O tumulto foi provocado e, dois minutos depois, consultou o assistente Márcio Soares Maciel (AB/GO) e voltou atrás. Foi marcada a falta a um passo da área, que Tito bateu forte, mas novamente pela linha de fundo.

À medida que o tempo passava, as vaias e os xingamentos eram multiplicados na torcida sergipana. Aos 33, a situação ficou perto de piorar ainda mais. Rodriguinho cruzou na área, Bruno Maia desviou e a bola passou por baixo de Eliandro, que chegava sozinho para empurrar para a rede.

Os espaços dados pelo Confiança proporcionavam chegadas do Leão com trocas de passes. Em uma delas, Rodriguinho deixou Nininho 'na boa' para devolver o placar de 3 a 0 que o Confiança imprimiu no Remo, em Belém, durante o primeiro turno da Série C, só que preferiu encher o pé e mandou longe. 

Na reta final da partida, o Confiança ainda tentou em cobrança de falta de Léo Ceará, que Vinícius espalmou pela linha de fundo, aos 44, e em saída de Tito pela canhota. O atacante driblou dois e, de dentro da área, finalizou de canhota na rede pelo lado de fora. 

Ficha técnica (Confiança 0 x 2 Remo)
Confiança - Genivaldo; Diogo, Renato Camilo, Rodolfo e Radar; Flávio, Everton Santos (Ítalo), Rafael Vila (Caxito) e Raí (Tito); Iago e Léo Ceará. Técnico: Luizinho Lopes

Remo - Vinícius; Nininho, Mimica, Bruno Maia e Fernandes; Vacaria (Leandro Brasília), Dudu, Dedeco (Keoma) e Rodriguinho; Gabriel Lima (Dudu Pacheco) e Eliandro. Técnico interino: João Neto

Gols: Gabriel Lima 7' e 35'/1ºT (Remo)
Cartões amarelos: Renato Camilo (Confiança); Fernandes e Bruno Maia (Remo)

Local: Batistão (Aracaju/SE)
Hora: 19h
Árbitro: Bruno Rezende Silva - AB/GO
Assistentes: Marcio Soares Maciel - AB/GO e Paulo Cesar Ferreira de Almeida - CD/GO

Nenhum comentário:

Postar um comentário