coluna 3

Coluna 2

Coluna 1

terça-feira, 17 de julho de 2018

Terminais hidroviários de Alenquer e Óbidos serão recuperados

O Governo do Estado, por meio por meio da Companhia de Portos e Hidrovias do Pará (CPH), realizará obras para recuperação da estrutura física dos terminais hidroviários de Alenquer e Óbidos, na região Oeste. A empresa R S Vitelli Engenharia - EPP - Naval Norte, vencedora da licitação, será a responsável pela elaboração de projeto executivo de reforço estrutural e adequação dos terminais. O valor contratado para a elaboração dos projetos é de R$ 295.300,00 para os dois terminais.
 Em Óbidos, um termo de cooperação técnica foi firmado entre a Prefeitura e a CPH para a adequação e conclusão do terminal hidroviário de cargas e passageiros. O documento assegurou recursos na ordem de R$ 2,9 milhões para a conclusão do terminal, financiados pelo Banco do Brasil. O recurso está acima do previsto inicialmente que seria de R$ 1,8 milhões.

Em Alenquer, o terminal hidroviário do município também será concluído, por conta de uma parceria entre Prefeitura e CPH. O objetivo da Companhia é concluir a obra e melhorar as condições da população que utiliza o transporte fluvial no município. A obra está estimada inicialmente em R$ 1.850.000,00.

Obras de terminais avançam
As obras de sete novos terminais hidroviários, que também estão sendo construídos na região Oeste, avançam. Estão em execução nos municípios de Curuá, Prainha, Almeirim, Faro, Terra, Santarém e no distrito portuário de Santana do Tapará. São mais de R$ 85 milhões de investimento, fruto de contrato de financiamento firmado entre o Governo do Estado e Caixa Econômica Federal.

Somente em Santarém, o investimento ultrapassa R$ 63 milhões. Depois de concluído, o terminal será um dos mais modernos da região Norte, com previsão de movimentar em média entre 50 a 60 mil passageiros por mês. 
Texto:
Samuel Alvarenga

Nenhum comentário:

Postar um comentário