quinta-feira, 30 de agosto de 2018

Márcio Miranda debate políticas públicas em reuniões com grupos de mulheres, profissionais da educação e com o movimento LGBTI.

Políticas públicas para mulheres, educação e garantia de direitos para os grupos LGBTs foram as pautas das reuniões ampliadas de Márcio Miranda na noite desta ontem, 28. A agenda começou em Ananindeua com uma reunião com mulheres que lotaram o espaço de eventos Big Recepções, na Cidade Nova VIII, para ouvir as propostas do candidato ficha limpa. Márcio Miranda falou da preocupação de criar alternativas de renda para as mulheres através de apoio ao empreendedorismo.  “Queremos apoiar aquelas que querem iniciar no empreendedorismo, não apenas com o lado financeiro, mas com ofertas de cursos de capacitação, para que eles tenham condições de empreender com chances de sucesso. As mulheres são corajosas e precisam da mão do Estado para ajudá-las nessa direção”, afirmou. 
 Márcio disse ainda que não é só na geração de renda que pretende trabalhar para as mulheres, mas na saúde também. “Vamos ampliar o programa de prevenção ao câncer e, com a ajuda do Legislativo, vamos levar mamógrafos para todos os municípios paraenses. Vamos nos unir para realizar isso”, revelou o candidato ao governo do Pará que seguiu para a casa de show Prime Hall para conversar com os profissionais da educação.
Recebido com grande festa pelo público presente, Márcio Miranda falou sobre o seu plano de governo na área educacional, que vai desde o fortalecimento da universidade estadual à melhoria das escolas. “Tenho um compromisso com a UEPA que é a nossa universidade. Vou ampliar o orçamento e levar o ensino superior estadual para o restante do Pará”. Para Márcio Miranda a educação é uma ferramenta fundamental na construção de uma sociedade melhor e mais justa.
“Tenho compromisso com a educação. Sou prova da mudança que a educação pode promover na vida das pessoas mais humildes. Foi a educação que me tornou médico, que mudou a minha vida. A educação é o método mais eficaz para mudar a realidade de alguém e eu sou um produto, um resultado dela”, lembrou Márcio Miranda que é de origem do interior e que sempre foi incentivado a seguir firme nos estudos.
O prefeito Zenaldo Coutinho participou da programação e disse porque apóia Márcio Miranda para governador. “O Márcio representa para nós a segurança de que os profissionais de educação deste Estado não viverão tempos sombrios nas mãos de políticos que tantos já envergonharam a nossa gente. Estamos numa luta do bem contra o mal, da ética contra a sujeira daqueles que todos os dias nos atacam”.
A última pauta do dia aconteceu no espaço Bem Me Quer, no centro de Belém. Foi uma reunião com representantes de grupos LGBTs, justamente no Dia da Visibilidade Lésbica, uma data importante para lembrar as dificuldades enfrentadas por quem é mulher e lésbica, como destacou a DJ Gadá. “Somos duplamente discriminadas, por ser mulher e por ser lésbica. Isso dói muito e a sociedade precisa nos olhar e ver que nós existimos e que merecemos respeito. Acreditamos que o Márcio Miranda não só vai dar continuidade às políticas públicas do Governo, como também vai ampliar todos eles”, assegurou.
Na ocasião foi entregue uma Carta Compromisso à Márcio Miranda com as principais demandas dos grupos LGBTs e com a solicitação de que seja criado um Centro de Referência em Direitos Humanos e também um abrigo que possa dar apoio aos homossexuais que são expulsos de casa por conta da orientação sexual. O candidato ficha limpa ao governo do Pará garantiu que as duas demandas serão atendidas e que ambas passam a integrar o programa de governo da coligação “Em Defesa do Pará”.
“Podem ter certeza que esses dois pleitos serão também os meus pleitos. Fico muito honrado com a confiança e com o apoio de vocês. Muito obrigado por esse momento que estão me proporcionando”, disse Márcio Miranda que hoje tem agenda nos municípios de Bom Jesus do Tocantins, Abel Figueiredo e Rondon do Pará. (Daniel Nardin)

Nenhum comentário:

Postar um comentário