segunda-feira, 24 de setembro de 2018

Alcoa comemora 9 anos ajudando a transformar a vida das pessoas em Juruti

Desde a chegada em Juruti, a empresa já investiu mais de R$ 9,5 milhões em iniciativas voluntárias em comunidades e instituições locais.
  Vidas como a da técnica em eletromecânica Marciellen Nina Nunes, 36 anos, mãe de cinco filhos, que há oito anos trabalha na função de mecânica de vulcanização na Alcoa Juruti. Após completar o Ensino Médio, ela resolveu entrar no Senai e se profissionalizar. Há 8 anos, assim que terminou o segundo curso de formação, ela foi contratada pela Alcoa. “Vi no curso do Senai a oportunidade de recomeçar profissionalmente, pois eu tinha concluído o ensino médio e com essa formação não tinha perspectiva de emprego. 

Na dificuldade, cheguei até a lavar uniformes de funcionários de empresas que prestavam serviço na construção do Projeto Juruti. Foi maravilhosa a experiência de conseguir uma nova profissão e entrar para a Alcoa. Em 2019 quero iniciar a faculdade de Engenharia Mecânica e me qualificar para as oportunidades que possam surgir dentro da empresa”, revela.
 
O maquinista do trem da Alcoa, Nathie Gonçalves dos Santos, 32 anos, casado, pai de dois filhos, ajudava na panificadora de uma tia dele, em Juruti e em 2009 foi contratado por uma Empresa Terceirizada para trabalhar na construção da ferrovia. Antes, ele participou dos cursos oferecidos pelo Senai. “Conheci pessoas dentro da Alcoa que me ensinaram muitas coisas. Com elas, adquiri experiência ao longo do tempo e hoje sou maquinista. 

A Alcoa me deu esse privilégio de estar trabalhando na minha terra. Sou muito feliz e tenho grande orgulho em trabalhar nesta empresa onde pretendo ficar muitos anos. Tenho muito a construir ainda, não só eu, mas a minha família também. A Alcoa mudou a minha vida e da minha família pra melhor e continua mudando. Meus sonhos estão sendo realizados”, comemora.
 
O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial - Senai, se instalou no município junto com o empreendimento da Alcoa. Seus cursos, além de abrir perspectivas para jovens que buscam se capacitar para o mercado de trabalho, também ajuda fortalecer a economia da cidade, com o surgimento de vagas de emprego e novos negócios. Isso pode ser observado na quantidade e na diversidade de cursos já oferecidos.  

Desde a chegada da Alcoa, quase 9 mil profissionais já foram certificados pela escola do Senai de Juruti. São cerca de mil alunos por ano sendo qualificados. Até 2017, o Senai Juruti promoveu 414 turmas de cursos profissionalizantes em vários setores da indústria.
 
“É notável que a partir da chegada da Alcoa, grandes mudanças aconteceram, e as oportunidades e perspectivas se abriram para novas vagas de emprego. Muitas pessoas aprenderam novas profissões e transformaram suas vidas. Temos muitas histórias de pessoas que viram suas vidas serem realmente transformadas a partir da chegada da Alcoa. 

Atualmente contamos com 47,38% de jurutienses trabalhando no empreendimento, o que para nós é motivo de muito orgulho. É comum recebermos pessoas que vieram a Juruti no início das operações e ao retornar se surpreendem com o quanto Juruti avançou em todos os aspectos. Isto não significa que não temos nada a melhorar, há muito por fazer ainda” relata Rogério Ribas, gerente de Relações Institucionais e RH da Alcoa Juruti.
 
Um breve balanço de 9 anos do Projeto Juruti aponta que o empreendimento ajudou a elevar o nível de emprego no município, 26 vezes até 2010, fazendo subir também a remuneração dos trabalhadores. Outro gráfico ascendente mostra que a quantidade de estudantes matriculados no ensino médio se elevou de 474, em 2000, para 2.542 em 2010. No Hospital 9 de Abril, nesse o período, foram feitos 66 mil e 700 atendimentos com realização de consultas, cirurgias ou exames laboratoriais.
 
Na área de investimentos feitos pela Alcoa no período, consta o repasse de mais de R$ 316 milhões em contribuições financeiras para a Prefeitura de Juruti e Acorjuve, a título de impostos, CFEM e participação nos resultados da lavra. Na Agenda Positiva, que é um conjunto de investimentos voluntários da Alcoa em parceria com o poder público para fortalecer a infraestrutura social de Juruti, já foram aplicados R$ 69 milhões, além do apoio a projetos comunitários onde a empresa desembolsou mais de R$ 9,5 milhões por meio do Instituto Alcoa e Alcoa Foundation. Tudo isso é motivo para a Alcoa comemorar o crescimento de Juruti e o sucesso de seus moradores. 
 
Sobre a Alcoa no Brasil
A Alcoa opera no Brasil em cinco das seis unidades de negócios da Alcoa Corporation: Bauxita, Alumina, Alumínio, Fundição e Energia. A estratégia de transformação da companhia busca ampliar seus negócios na cadeia de valor do alumínio e criar operações na área decommodities globalmente competitivas. A Alcoa emprega localmente cerca de 2.300 pessoas e possui três unidades produtivas, em Minas Gerais, Maranhão e Pará, além de escritórios em São Paulo e no Distrito Federal. A companhia também é acionista da Mineração Rio do Norte (MRN) e de quatro usinas hidrelétricas: Machadinho, Barra Grande, Serra do Facão e Estreito. 

Foi escolhida pela oitava vez como uma das empresas-modelo pelo Guia Exame de Sustentabilidade. Também foi reconhecida pela 13ª vez como uma das Melhores Empresas para Trabalhar, de acordo com o GreatPlacetoWorkInstitute; e uma das Melhores Empresas Para Começar a Carreira, segundo o Guia Você S/A. Para mais informações, visite www.alcoa.com.br e siga @Alcoa no Twitter em twitter.com/AlcoaBrasil e no Facebook emfacebook.com/AlcoaBrasil.
 
CONTATOS ilvia Fujiyoshi 
Comunicação | Alcoa Juruti

Nenhum comentário:

Postar um comentário