coluna 3

Coluna 2

Coluna 1

sexta-feira, 28 de setembro de 2018

Motim na Penitenciária em Santa Izabel já dura 14 horas

Três agentes são mantidos reféns e dois presos foram baleados. Troca de tiros com policiais militares que faziam a segurança da unidade prisional, dois presos baleados - encaminhados para o Hospital Metropolitano de Ananindeua - e três agentes penitenciários reféns. Esse é o balanço atual da Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe), que  confirmou nesta sexta-feira (28),  que já dura cerca de 14 horas o motim no Centro de Recuperação Penitenciário Pará II (CRPP II), Complexo de Americano, em Santa Izabel. O motim foi causado por uma tentativa de resgate de presos registrada na noite de ontem (27).
Leia mais: Susipe confirma tentativa de resgate de presos
                  
 Susipe confirma ocorrência em Complexo Penitenciário de Santa Izabel

De acordo com a Diretoria de Administração Penitenciária da Susipe, o conflito iniciou por volta das 20h30, quando um grupo de dez pessoas  fortemente armadas (ainda não identificados) acessou as instalações do complexo penitenciário pela área de mata da Colônia Penal Agrícola de Santa Izabel (CPASI). O bando rendeu três servidores de plantão da CPASI, que foram obrigados a simular uma transferência interna de presos (em uma viatura oficial da Susipe). Assim o grupo teve acesso ao CRPP II. 

A Susipe diz que uma tropa da Companhia de Operações Especiais (COE) da PM foi deslocada para negociar a liberação dos servidores. As negociações, suspensas por volta das 3h da manhã, foram retomadas às 7h desta sexta-feira (28), quando um dos quatro agentes foi liberado. Até o momento, a Susipe não confirma o número de fugitivos. As negociações continuam. (ORM)

Nenhum comentário:

Postar um comentário