sexta-feira, 14 de setembro de 2018

Paralisação de servidores do Detran reduz atendimentos nesta sexta-feira, 14

Fique atento: cada setor será afetado com o diminuição no número de funcionários, que participam de uma audiência. As pessoas que pretendem utilizar os serviços do Departamento de Trânsito do Estado do Pará (Detran) nesta sexta-feira, 14, devem ficar atentas à paralisação dos servidores. O Sindicato dos Trabalhadores de Trânsito do Pará (Sindtran) informou, por meio de nota, que os servidores do Estado participarão da Audiência de Conciliação, conforme determinação da desembargadora Diracy Nunes Alves, que discutirá a pauta de reivindicações da categoria. 
O presidente do sindicato, Élison Oliveira, explica que mesmo com a paralisação os serviços estarão disponíveis, porém, com menor adesão dos funcionários. "Todos os serviços continuarão funcionando, como exames biométricos, legislação e testes práticos para quem vai retirar carteira de habilitação; atendimento no balcão sobre serviços de veículo e habilitação; e fiscalização de trânsito. Vamos manter o Detran funcionando, cada setor será afetado com maior ou menor adesão, mas não haverá falta de atendimento", explica.

Élison explica que o objetivo principal da paralisação de um dia é permitir que os servidores participem da audiência de conciliação em frente ao tribunal.  "Além da participação, queremos fazer uma advertência para o que o governo compreenda que não estamos satisfeitos com a demora de negociações. Sinalizaremos a possibilidade de retorno de greve a partir do dia 27 de setembro caso seja frustada mais essa tentativa de conciliação", afirma. 

Entenda a paralisação

Os servidores de trânsito do Pará, por meio do Sindicato dos Trabalhadores de Trânsito do Pará (Sindtran), esperam pela resolução da pauta de reivindicações feita por eles no início do ano. De acordo com o presidente do Sindicato, Élison Oliveira, a análise da pauta está em análise há cerca de 8 meses e os servidores estão insatisfeitos com esse processo longínquo. As reivindicações serão analisadas nesta sexta-feira, 14, durante Audiência de Conciliação entre o SINDTRAN-PA e o Governo do Estado, representado pelo Departamento de Trânsito do Estado do Pará, Secretaria de Estado de Administração e Procuradoria Geral do Estado, no Tribunal de Justiça do Estado do Pará (TJE), que ocorrerá às 9h. 

Dentre as reivindicações da categoria estão: 
 
Recuperação da remuneração, que segundo o sindicato, está defasada. Recuperação da estrutura pública sucateada que gera ambientes insalubres e o não recebimento de adicional de insalubridade; Reivindicações relativas a crescente violência no trânsito e o crescente número de vítimas fatais e feridos no trânsito paraense;   Elaboração de concurso público para preenchimento de todas as vagas disponíveis nos diversos níveis e funcionais do órgão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário