quarta-feira, 24 de outubro de 2018

Em novo vídeo, coronel ataca ministro Gilmar Mendes

 Militar da reserva do Exército, Carlos Alves chama o ministro de “Gilmarizinho” O militar da reserva, o coronel Carlos Alves, que ofendeu a ministra Rosa Weber em um vídeo, publicou nova manifestação na tarde de ontem (23), agora direcionado ao ministro Gilmar Mendes. “Não mexa comigo. Se você mexer comigo, eu juro, pela minha honra, que a guerra contra você vai ser tirana”, diz Carlos, chamando o ministro de “Gilmarzinho”. No novo vídeo, o militar afirma que não tem medo de nenhum ministro do STF e diz que, caso aconteça algo com ele, a culpa é do ministro Gilmar Mendes. "Finalmente a minha voz ecoou no Supremo e o Gilmarzinho Mendes está me ameaçando. Como se eu tivesse medo das ameaças dele." 
No vídeo, o coronel diz: "Gilmar Mendes, eu posso processá-lo por estar me ameaçando. Eu não sou qualquer um! Eu sou um coronel do Exército, do seu Exército". Além disso, o coronel afirma que ministros do STF "aceitam suborno e cobram propinas para liberar Habeas Corpus"

Nenhum comentário:

Postar um comentário